Este fim de semana foi dia de nos divertirmos e fazermos exercício.

Há vários desportos que pode fazer com o seu cão, uns mais profissionais e exigentes que outros.

O DogPuller dá para todo o tipo de cães e é super divertido!

A Poppy adora, fica cansada (apesar de apenas momentaneamente) e até sacou um 3º lugar! Super Poppy! Bravo!


This weekend was a day of fun and exercise.

 There are several sports you can do with your dog, some more professional and demanding than others.

All types of dogs can play DogPuller and is super fun!

Poppy loves, gets tired (although only momentarily) and even took a 3rd place! Super Poppy! bravo!


Fotografia | Photography: Toomuttslove

IGP | IPO

Há algum tempo divulguei um evento que irá acontecer no Algarve no dia 10 de Novembro sobre IGP. Respondendo a algumas perguntas que surgiram, segue um pequeno excerto do texto da autoria de Iron Dog Algarve – Escola de Treino Canino

Na fotografia vemos o boxer “Echo von der Konigswiese” que em binómio com Joao Paulino, conseguiu o primeiro lugar em IPO1 no campeonato do mundo ATIBOX WM 2018, em Haro, Espanha.

“Originário da Alemanha, o IPO (International Prüfungsordnung) deriva do Schutzhund e há mais de 100 anos que serve para avaliar o carácter, versatilidade e equilíbrio dos exemplares caninos. Foi concebido com o intuito de testar o temperamento e carácter dos cães e determinar a sua aptidão para reprodução. Pode ser comparado a um género de «triatlo» para o cão, pois avalia-o de forma rigorosa em três complexas disciplinas: pistagem, obediência e proteção. Considerado um desporto de elites, é a modalidade mais praticada em todo o mundo, a mais bem estabelecida, consensualmente reconhecida e praticada transversalmente em todo o mundo. E Portugal não é excepção! 

A modalidade de IPO testa a estabilidade mental, resistência, coragem, destreza física e mental, a capacidade de discriminação olfactiva, vontade de trabalhar, bem como a capacidade e qualidade do treino do cão. Enquanto desporto canino, o IPO é composto por três disciplinas (pistagem, obediência e protecção) e por três níveis (IPO1, IPO2 e IPO3). 

Em cada uma das três disciplinas, o binómio (cão-condutor) inicia a competição com 100 pontos (300 no total) que vão sendo progressivamente “descontados” consoante os erros ou falhas cometidos ao longo da prova. Para que o binómio se qualifique, deverá conseguir um mínimo de 70 pontos em cada uma das disciplinas.

A disciplina de Pistagem (A) avalia a capacidade olfactiva dos cães bem como a sua vontade de trabalhar num campo aberto, seguindo o rastro (as pegadas) deixado previamente por um traçador e indicando vários objectos que vai encontrando pelo percurso. O nível de dificuldade aumenta consoante os graus (1, 2 ou 3). O cão deverá apresentar uma atitude de concentração, estar motivado para executar o exercício, pistar com precisão e a um ritmo constante.

A disciplina de Obediência (B) avalia a capacidade de resposta do cão em várias situações como o andamento ao lado, uma série de mudanças de direcção e velocidades, paragens, distracções, posições e uma passagem por um grupo de pessoas. Existem ainda exercícios de saltos, busca de apports, chamadas, entre outros exercícios. A atitude de permanente alerta, concentração, vontade de trabalhar do cão e a harmonia do binómio são também avaliadas.

Por fim, a disciplina de Protecção (C) determina a coragem, autoconfiança, agilidade e resiliência do cão, bem como o seu controlo por parte do condutor. Os exercícios exigem que o cão procure por um figurante escondido num abrigo, e que ladre ao encontrá-lo (alertando assim o seu condutor), e permaneça a guardá-lo até à chegada do condutor. Seguem-se uma série de ataques simulados pelo figurante, o qual usa uma manga de protecção (o único sítio onde o cão pode morder). Sempre que o figurante cessa o ataque, o condutor dá o comando para o cão largar a manga e este deverá permanecer a “guardar o figurante” até à chegada do condutor. O total controlo e disciplina do cão são absolutamente fundamentais.
Apesar de ser a disciplina onde os cães em prova mais brilham, o trabalho de protecção ainda é, infelizmente, a área mais incompreendida por quem desconhece a modalidade. Somente os cães confiantes, equilibrados, com temperamentos estáveis e nervos fortes, têm a capacidade e astucia para executar com sucesso esta importante disciplina. Acima de tudo, um cão de IPO é um companheiro confiante e confiável: as suas reacções são previsíveis e controláveis sob qualquer circunstância!

E como se a avaliação das disciplinas não fosse já rigorosa o suficiente, as três devem ser superadas no mesmo dia e pela seguinte ordem: pistagem, obediência e protecção. As competições acontecem em todo o país e são organizadas por clubes locais e no âmbito do campeonato nacional de IPO. 

A partir de 2019 existirão algumas alterações ao regulamento, que de acordo com o coordenador nacional da modalidade Júlio Silva afectarão sobretudo o IPO1 tornando-o “mais acessível”. Contudo a principal mudança será na “forma de julgar”, pois o novo regulamento irá “valorizar cada vez mais a atitude com que os cães executam os exercícios”.”


Some time ago I announced an event that will take place in the Algarve on 10 November on IGP. Answering some questions that have arisen, here is a short excerpt from the text by the author of Iron Dog Algarve – Canine Training SchoolIn the photograph we see the boxer “Echo von der Konigswiese” who in combination with Joao Paulino, got the first place in IPO1 in the world championship ATIBOX WM 2018 in Haro, Spain.

“Originally from Germany, the IPO (International Prüfungsordnung) is derived from Schutzhund and has been used for more than 100 years to evaluate the character, versatility and balance of dogs. It was designed to test the temperament and character of the dogs and determine the It can be compared to a kind of triathlon for the dog, as it evaluates it rigorously in three complex disciplines: pest control, obedience and protection. Considered an elite sport, it is the most practiced modality in all the world, the most well established, consensually recognized and practiced across the world, and Portugal is no exception!

The IPO modality tests mental stability, endurance, courage, physical and mental dexterity, the ability to olfactory discrimination, willingness to work, as well as the ability and quality of dog training. While canine sport, the IPO consists of three disciplines (piste, obedience and protection) and three levels (IPO1, IPO2 and IPO3).

In each of the three disciplines, the binomial (dog-driver) starts the competition with 100 points (300 in total) that are progressively “discounted” according to the mistakes or failures committed during the race. In order for the binomial to qualify, you must achieve a minimum of 70 points in each of the disciplines.

The Tracking (A) discipline assesses the olfactory ability of dogs as well as their willingness to work in an open field, following the trail (the footprints) previously left by a tracer and indicating various objects that are found along the route. The level of difficulty increases according to degrees (1, 2 or 3). The dog should have an attitude of concentration, be motivated to perform the exercise, play accurately and at a steady pace.

The Obedience discipline (B) assesses the dog’s responsiveness in various situations such as the next step, a series of changes of direction and speed, stops, distractions, positions and a passage through a group of people. There are also jumping exercises, apports search, calls, among other exercises. The attitude of permanent alertness, concentration, will to work of the dog and the harmony of the binomial are also evaluated.

Finally, the discipline of Protection (C) determines the dog’s courage, self-confidence, agility and resilience, as well as its control by the driver. The exercises require that the dog look for a decoy hidden in a shelter, and bark when he finds it (thus alerting his driver), and keep it until the driver arrives. There follows a series of simulator attacks, which use a protective sleeve (the only place the dog can bite). Whenever the decoy stops the attack, the driver gives the command for the dog to drop the handle and the handle should remain next to the decoy until the driver arrives. The total control and discipline of the dog are absolutely fundamental.

Despite being the discipline where the dogs in evidence most shine, protection work is still, unfortunately, the area most misunderstood by those who do not know the modality. Only confident, balanced dogs with stable temperaments and strong nerves have the ability and cunning to successfully execute this important discipline. Above all, an IPO dog is a confident and dependable companion: your reactions are predictable and controllable under any circumstances!

And as if the evaluation of the disciplines was not already rigorous enough, the three must be overcome on the same day and in the following order: traking, obedience and protection. Competitions take place all over the country and are organized by local clubs and within the scope of the national IPO championship.

From 2019 there will be some changes to the regulation, which according to the national coordinator of the Júlio Silva modality will affect mainly the IPO1 making it “more accessible”. However the main change will be in the “judging”, as the new regulation will “increasingly value the attitude with which dogs perform the exercises.” “

Cão nas ferias | Dog on holidays

Um cão educado e treinado é uma óptima companhia para (quase) tudo!
Independentemente da raça e tamanho até conseguem faz desportos aquáticos !!
O @kimbo.staffy acompanha os donos nas férias! 
Quem leva o cão de férias ? O que faz com ele?


An educated and trained dog is a great company for (almost) everything!Regardless of the breed and size they even manage to do water sports !!

@ Kimbo.staffy goes with the owners on vacation!

Who takes the dog on vacation? What do you do with it?

Carpal Pad

Nas patas da frente dos nossos cães, existe a almofada carpal (carpal pad), está ao nível do “punho” do cão, não tem nenhuma unha associada, e serve para ajudar o cão a equilibrar-se em terrenos/áreas acidentadas, escorregadias, ingremes, etc. E para “travagens” mais bruscas.
Por vezes esta almofada sofre uma lesão, quando isto acontece geralmente o cão mostra alguns sinais de desconforto como levantar a pata quando está em pé, a claudicação durante a marcha, ou lambendo quando está deitado. 
As causas mais comuns para esta lesão são os cortes, as queimaduras (alcatrão quente, quimicos, gelo/neve…) e as praganas. Outras causas, apesar de menos comuns, são as alergias, as algumas doenças auto-imunes e as deficiencias nutricionais.
O que fazer caso detecte uma lesão por corte ou pragana ?
1. Inspeccione a almofada a procura de ferimentos,
2. Lave a pata com água corrente e remova eventuais detritos
3. Desinfecte a pata com um anti-septico
4. Se houver sangramento, aplique com uma compressa pressão durante 10 minutos para o sangramento parar (resista à tentação de espreitar a cada dois minutos para ver se já parou, dê tempo ao organismo para actuar)
5. Pode utilizar cremes cicatrizantes como o be-phantene mas evite que o cão lamba até o creme ser absorvido.

Consulte um médico veterinário para confirmar que a causa da lesão ficou resolvida e eventualmente ligar a zona se for preciso. Não recomendo que faça o penso sozinho a menos que tenha algum curso de primeiros socorros, porque a pressão a mais pode causar problemas graves. Caso seja feito penso, ele deve ser aberto e refeito diáriamente.
Caso a lesão seja por queimadura, lavar imediatamente com água corrente e abundante e levar ao médico veterinário. 


On the front paws of our dogs, there is the carpal pad, it is at the level of the dog’s “fist”, it has no associated nail, and serves to help the dog balance in uneven, slippery terrain / areas , income, etc. And for more “braking”.Sometimes this cushion suffers an injury, when this happens the dog usually shows some signs of discomfort such as raising the paw when standing, claudication during gait, or licking when lying down.The most common causes for this injury are cuts, burns (hot tar, chemicals, ice / snow …) and the corns. Other causes, though less common, are allergies, some autoimmune diseases, and nutritional deficiencies.

What to do if you notice a cut or chafer injury?

1. Inspect the cushion for personal injury,

2. Wash the foot with running water and remove any debris

3. Disinfect the paw with an antiseptic

4. If there is bleeding, apply with a compress pressure for 10 minutes for the bleeding to stop (resist the temptation to peek every two minutes to see if it has stopped, give the body time to act)

5. You can use healing creams like be-phantene but prevent the dog lick until the cream is absorbed.

Consult a veterinarian to confirm that the cause of the injury has been resolved and, if necessary, to switch on the area. I do not recommend that you do the dressing yourself unless you have some first aid course because too much pressure can cause serious problems. If it is done, it should be opened and redone daily.If the injury is by burning, wash immediately with plenty of running water and take it to the veterinarian

Feliz dia da criança | Happy Children’s day

Aproveite este dia para fazer alguma coisa com o seu cão! 

Na fotografia o Peter Pan e a Vitória estão a experimentar Flyball, nenhum dos dois tem um dom especial para a coisa, mas divertimos-nos todos enquanto corremos e brincamos!

Existem vários desportos que pode praticar com o seu cão, de forma amadora ou profissional, informe-se e experimente! É uma excelente forma de melhorar a sua relação e comunicação com o seu cão!

Gostamos de cães felizes!


Do something with your dog today!

In the photo Peter Pan and Victoria are trying Flyball, neither of them has a special gift for this sport, but we all have fun while we run and play!

There are several sports that you can practice with your dog, amateur or professional, get in and try it! It’s a great way to improve your relationship and communication with your dog!

We like happy dogs!