Quiropratica | Chiropractic

É frequente conhecer cães que apresentam dores nos membros ou coluna mas que não reúnem, por diferentes motivos, as condições para uma intervenção cirúrgica e pensar em medicar um cão a longo prazo nem sempre faz sentido. Para esses casos existem algumas alternativas como a fisioterapia ou a quiroprática.

Zsuzsa Veres formou-se em Medicina Veterinária na Hungria em 2010. Concluiu o curso de Quiroprática Veterinária em 2014 na Alemanha, onde obteve com sucesso autorização para exercer a profissão internacionalmente.
Para além de Quiroprática veterinária, é também praticante de desportos caninos (maioritariamente Agility) desde 1997.
E explica-nos um pouco mais sobre este tipo de abordagem terapêutica.

“A quiroprática é uma forma de medicina complementar que enfatiza o diagnóstico, tratamento e prevenção de distúrbios mecânicos do sistema músculo-esquelético, focada principalmente na coluna vertebral.
O foco principal é a redução de mobilidade das vértebras e os efeitos que essas restrições têm sobre o sistema nervoso, e através dele, no corpo inteiro.
A quiroprática animal não tem por objectivo substituir a medicina veterinária tradicional. Trata-se de um método complementar que, quando usado em conjunto com bons cuidados veterinários convencionais, vai potenciar ao máximo os resultados em termos de melhorias tanto de performance como de qualidade de vida.

Quando deve recorrer à quiroprática?
Se o tratamento quiroprático parecer ser uma opção, ainda assim, é recomendado que o animal seja visto inicialmente pelo seu médico veterinário. Em muitos casos, é necessária a realização de raios X antes de iniciar o tratamento.

Em que consiste o tratamento?
O tratamento que tem como objectivo maximizar a mobilidade da coluna vertebral e optimizar a função do sistema nervoso, através da aplicação de ajustes que consistem numa terapia manual que restaura a mobilidade das articulações. 

Prevenção, performance e qualidade de vida
Prevenção (manutenção da forma física)
Cães de desporto e exposição (optimizar performance)
Pacientes geriátricos ( qualidade de vida)

Disfunções dos órgãos
Granuloma de lambedura
Incontinência (que pode ser agravada pela restrição de movimento nas articulações da coluna lombar)
Em alguns casos de infertilidade
Infeções recorrentes do ouvido
Infeções recorrentes das glândulas anais

Transtornos músculo-esqueléticos
Claudicação indefinida (pode ser causado por uma restrição de movimentos das articulações na coluna vertebral ou membros)
Condições crónicas com alterações articulares irreversíveis (artrose, displasia da anca, espondilite, etc.)
Espondilose (pode causar restrições na área “saudável” a coluna vertebral que pode levar a sintomas)
Síndrome da cauda Equina
Síndrome de vértebra cervical
Trauma espinhal e discopatiaestaura a mobilidade das articulações. “



It’s common to know dogs that have pain in the limbs or spine but that do not meet, for different reasons, the conditions for a surgical intervention and to think about medicating a dog in the long term does not always make sense. For these cases there are some alternatives such as physiotherapy or chiropractic.

Zsuzsa Veres graduated in Veterinary Medicine in Hungary in 2010. She completed the Veterinary Chiropractic course in 2014 in Germany, where she successfully obtained authorization to practice the profession internationally.

In addition to veterinary chiropractic, he has also been practicing canine sports (mostly Agility) since 1997.

And it explains us a little more about this type of therapeutic approach.”Chiropractic is a form of complementary medicine that emphasizes the diagnosis, treatment, and prevention of mechanical disorders of the musculoskeletal system, focused primarily on the spine.

The main focus is the reduction of mobility of the vertebrae and the effects that these restrictions have on the nervous system, and through it, in the whole body.Animal chiropractic is not intended to replace traditional veterinary medicine. It is a complementary method that, when used in conjunction with good conventional veterinary care, will maximize results in terms of both performance and quality of life improvements.

Should you take your dog to Chiropractic?

If chiropractic treatment appears to be an option, it is still recommended that the animal be seen initially by your veterinarian. In many cases, X-rays are necessary before starting treatment.

What is the treatment?

The treatment aims to maximize the mobility of the spine and optimize the function of the nervous system by applying adjustments that consist of a manual therapy that restores mobility of the joints.

“For appointments | 

Para marcação de consultas contactar | For appointment: 
vereszsuzs@gmail.com
https://www.facebook.com/zsuzsa.veres

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *