Cães & frio | Dogs & cold

Apesar do clima ameno em Portugal, no Inverno as temperaturas frias, o vento, a chuva e até mesmo a neve também chegam cá. 

Existem raças de cão, típicas de zonas frias, que toleram bem estas temperaturas, como é o caso do bernaise mountain dog, do husky siberiano ou do nosso Serra da Estrela. No entanto, a maioria dos casos não é assim. A maior parte dos cães sofrem (bastante) com o frio, até porque a sua temperatura corporal é bastante superior à nossa. 

Durante o inverno seque o seu cão quando chega de um passeio, em que as patas e a barriga estão possivelmente molhadas, tenha uma cama quente e seca disponível com uma manta ou cobertor e, escusado será dizer, nas noites frias e/ou chuvosas não deixe o seu cão no exterior.

Relativamente à roupa para cão… Sim, são uma ótima ajuda para alguns cães, e sim eu sei que o lema do Ruff Dog é para cães a sério. Mas também não estou a falar de tutus cor-de-rosa. Estou a falar de camisolas para cão ou casacos. Existem alguns que servem exclusivamente para “aquecer” outros que são para proteger da chuva. Existem de várias marcas, cores, materiais e feitios. São especialmente uteis para cães sem sub-pêlo como é o caso dos pitbull, “staffys” ou galgos.

São cuidados simples mas que fazem a diferença. Mais uma vez estes cuidados são mais importantes ainda nos cães em estádios fisiológicos mais frágeis – cachorros, cães idosos, cães doentes.


Despite mild climate in Portugal, in the winter the cold, the wind, the rain and even the snow also exist.

There are dog breeds, typical of cold areas, that tolerate these temperatures well, such as the bernaise mountain dog, the Siberian Husky or our Serra da Estrela. However, most cases are not so. Most dogs suffer with cold, because of its body temperature, being much higher than ours.

During the winter, dry your dog after a walk (probably his legs and belly are wet), have a warm and dry bed available with a blanket and, off course, on cold and rainy nights do not let your dog outside.

Regarding dog clothing … Yes, they are an important thing for some dogs, I’m not talking about pink tutus, I’m talking about warm swets or coats for dogs. There are some that are exclusively for “warm up” others that are to protect from the rain. There are many brands, colours, materials and features. They are especially useful for dogs with no undercoat such as pitbulls, staffys or greyhounds.

They are simple cares but they make the difference. Once again this is specially important for dogs in weaker physiological stages, like puppys, elderly or sick dogs.


Modelo | Model : Kay_thecrazymuttbull

Enriquecimento ambiental | Canine Enrichment

O conceito “enriquecimento ambiental” surgiu para alegrar a vida dos animais que vivem nos jardins zoológico, pois frequentemente os animais em cativeiro começam a apresentar vários problemas de comportamento coo stress, agressividade, movimentos estereotipados (sinal de ansiedade e mal-estar psicológico) e até depressão.
Os investigadores começaram a tentar tornar o ambiente do recinto onde o animal está preso mais próximo do seu habitat natural. Actualmente – felizmente – quando visitamos um jardim zoológico dificilmente encontraremos as velhas jaulas com paredes de cimento e azulejo e grades. Além de mudar o aspecto das jaulas, há também uma grande mudança na forma como se alimenta os animais, tentando criar pequenos desafios para a obtenção da comida e estimulando, consequentemente os vários sentidos (olfacto, audição, visão, tacto e paladar) dos animais.
Renato Zanetti, especialista em comportamento animal, provou que os cães que têm desafios diários são mais felizes e saudáveis. A mais fácil e melhor forma de fazer estas actividades no nosso dia-a-dia é através da alimentação.


Ficam assim 5 dicas de pequenas coisas que pode fazer com o seu cão para o tornar mais feliz:

1. Não dê sempre a comida na taça. Torne a alimentação divertida e utilize por exemplo um snuffle map, ou jogos/puzzles para cães.
2. Quando sair de casa deixe-lhe um brinquedo de estimulação cognitiva para ele se entreter, por exemplo um KONG recheado e congelado.
3. Faça jogos de cheiros: tire o seu cão de uma divisão e esconda pequenos pedaços de comida para ele encontrar (nas primeiras vezes prefira algo com um cheiro intenso, como pedaços de carne ou vísceras)
4. Não deixe os brinquedos sempre disponíveis e de fácil acesso, esconda-os ou torne-os mais difíceis de alcançar (mas com segurança!), por exemplo pendure um dos brinquedos com uma corda ou esconda-o no meio de uma manta!

A cachorra do vídeo é a Poppy com 11 semanas de vida 🙂


The concept of “environmental enrichment” has emerged to brighten the lives of zoo animals, since captive animals often exhibit various behavioral problems with stress, aggression, stereotyped movements (anxiety and psychological distress) and to depression.
The researchers began trying to make the environment of the enclosure where the animal is trapped closer to its natural habitat. At present – fortunately – when we visit a zoo we can hardly find the old cages with cement walls and tile and grids. In addition to changing the appearance of cages, there is also a major change in the way animals feed themselves, trying to create small challenges in obtaining food and thus stimulating the various senses (smell, hearing, sight, touch and taste) of animals .
Renato Zanetti, an animal behavior specialist, has proven that dogs that have daily challenges are happier and healthier. The easiest and best way to do these activities in our day-to-day life is through feeding

Here are 4 tips for small things you can do to make your dog happier:
1. Do not always give food in the bowl. Make feeding fun and use for example a snuffle map or a puzzle for dog.
2. When leaving the house, leave him a cognitive stimulation toy for him to entertain, for example a stuffed and frozen KONG.
3. Make Smell Games: Take your dog out of a room and hide small pieces of food for him to find (in the first few times, he prefers something with an intense smell like pieces of meat or viscera)
4. Do not always make toys available and easily accessible, hide them or make them harder to reach (but safely!), For example hang one of the toys with a rope or hide it in the middle of a blanket!

The puppy in the movie is Poppy when she was just 11 weeks old 

https://www.facebook.com/Ruffdogblog/videos/363841561111234/?_nc_cat=107&vabr=556361&_nc_ht=video.flis9-1.fna&oh=fc98c3d4a425a63f809f3823005c7194&oe=5C40FB27&dl=1

Coração de Novilho | Bovine Heart

No prato de hoje incluímos coração de novilho. 
A carne de coração é rica em coenzima Q10, arginina, taurina e carnitina, compostos estes que são protectores da função cardíaca.
Recomenda-se a inclusão deste tipo de carne duas a três vezes por semana, principalmente em cães com doença cardíaca e cães em idade geriatrica.


In today’s dish we include a bovine heart.
Heart meat is rich in coenzyme Q10, arginine, taurine and carnitine, these compounds that are protective of heart function.
It is recommended to include this type of meat two to three times a week, especially in dogs with heart disease and dogs of geriatric age.

Como abordar um cão numa esplanada | how to aproch a dog on a restaurant

Continuando a defender a minha teoria que os cães não são maçanetas disponíveis para toda a alma passar a mão, sendo dona de um cão que gosta de arrancar dedos a essas almas que se sentem no direito de mexer em todos os cães que vêem na rua e ficam inclusivamente espantadas quando eu digo que não (apesar do TAG no peitoral do meu cão a dizer “não tocar” e “dont touch” não vá a pessoa ser estrangeira e não entender português…!) resolvi perguntar a uma treinadora se o problema era eu e o meu mau feitio ou se há aqui qualquer coisa errada, até porque agora os cães podem ir para esplanadas e restaurantes.

Ora aqui vai a resposta de Andreia Lauro, da Dog Instinct – Treino e Comportamento

“Como abordar um cão numa esplanada?

A pergunta é simples e vou responder de forma simples.

Não aborde. Simplesmente, ignore o cão e continue o seu caminho.

Se tem dúvidas, ponho a questão de outra forma:

Tem por hábito ir ter com pessoas desconhecidas que estão na esplanada e falar com elas?

Se a resposta for não, faça o mesmo com os cães. 

Se não conhece o cão ou o tutor, deixe-os estar tranquilos na esplanada sem que tenham de ser abordados por desconhecidos.

No caso extremo de ter alguma curiosidade ou uma vontade imensa de interagir com o animal, PERGUNTE sempre ao tutor se pode.

E esteja preparado para ouvir um “NÃO PODE”.

Há animais que estão muito confortáveis em público, mas isso não quer dizer que estão disponíveis para serem abordados, a maior parte das vezes de maneira inadequada, por desconhecidos.

Gosta de cães, adora vê-los a participar no dia-a-dia dos tutores?

Então faça-lhes um grande favor: Olhe, sorria se assim tiver vontade, mas IGNORE OS CÃES QUE VÊ NA RUA.”

Obrigada Andreia por teres um bom feitio como o meu 


Continuing to uphold my theory that dogs are not door knobs available for the whole world touch, being the owner of a dog that likes to pluck fingers of those who feel in the right to pet all the dogs they see on the street and become amazed when I say no (although the TAG on my dog’s chest saying “não tocar” and “dont touch”) I decided to ask a trainer if the the problem is me and my bad temper or if there is anything wrong here, even because now the dogs can go to terraces and restaurants.

Here’s the answer from Andreia Lauro, of Dog Instinct – Training and Behavior

“How to approach a dog on a terrace?

The question is simple and I will answer in a simple way.

Do not approach. Simply ignore the dog and continue on your way.

If you have questions, I put the question in another way:

Are you in the habit of going to unfamiliar people on the terrace tou touch them and talking to them?

If the answer is no, do the same with the dogs.

If you do not know the dog or the tutor, let them be quiet on the terrace without having to be approached by strangers.

In the extreme case of having some curiosity or an immense willingness to interact with the animal, always ASK the tutor if you can.

And be prepared to listen to a “CAN NOT”.

There are animals that are very comfortable in public, but that does not mean that they are available to be approached, most often inadequately, by strangers.

Do you like dogs, love to see them participate in the day to day of tutors?

Then do them a great favor: Look, smile if you feel like it, but IGNORE THE DOGS THAT SEE IN THE STREET. “

Thank you Andreia for having a such a good temper like i do ❤️

——————————————————-

Andreia Lauro
Dog Instinct
TM: 918863455

Modelo | Model  Sweetie the Tiny Super Mutt

Recebi nos últimos dias várias mensagens relativamente às latas de natures:menu que dei aos meus cães. Algumas a pedir informações sobre o produto e quando/como dar e outras com quase insultos por estar a dar comida processado quando faço alimentação natural para os meus cães.

Ora bem:
1. Ninguém quer melhor para os meus cães que eu própria.
2. Não sejam fundamentalistas. Quem tem uma dieta base saudável pode cometer “crimes” de vez em quando.
3. As latas da natures:menu são na minha opinião entre os alimentos processados aqueles que têm melhor qualidade. São um óptimo recurso para aquele dia em se esqueceram de descongelar a dose do dia seguinte ou que a carne acabou!
4. Por fim re-lembro que é sempre preferível dar um alimento processado de elevada qualidade a “fazer mais ou menos” uma alimentação natural, tipo arroz com carne “mas também dou alface” como já vi por aqui.


I received several messages over the last few days regarding the cans of natures: menu that I gave to my dogs. Some ask for information about the product and when / how to give, But others with almost insults for giving processed food when I make natural food for my dogs.

Well, about that:
1. No one want better for my dogs that I do.
2. Dont be fundamentalists. Those who have a healthy diet can commit “crimes” from time to time.
3. The cans of the natures: menu are in my opinion among processed foods those that have better quality. They are a great resource for that day that you forgot to defrost the food of the day or when the meat is over!
4. Finally, remember that it is always better to give a high-quality processed food to “do more or less” a natural food, like rice with meat “but also give lettuce” as I have seen here.

KELP

Actualmente têm surgido muitos produtos, conhecidos como “super-alimentos” que invadiram as redes sociais, as revistas e as prateleiras dos supermercados.
As algas como a spirulina ou a kelp, são exemplos disso mesmo.

Quais os benefícios do seu consumo de algas marinhas?
As algas são ricas em aminoácidos, minerais, vitaminas e fitonutrientes, como os licopenos e carotenos. Têm ainda a grande vantagem de não terem celulose na sua parede celular, tornando possível a sua absorção pelo sistema digestivo dos cães.

Estudos mostram que:
– A elevada quantidade de nutrientes contribuem para os metabolismos de produção de energia e melhoram o sistema imunológico. 
– São também muito ricas em iodo e ajudam no suporte das glândulas endócrinas (como por exemplo a tiroide);
– Têm ainda elevado potencial anti-cancerígeno porque são ricas em antioxidantes, em triptofano e inibem a acumulação de metais pesados.

A Kelp é uma planta marinha rica em minerais e vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K) e do complexo B, contém alginato de sódio que se liga aos metais pesados depositados no organismo do cão permitindo a sua eliminação. É uma óptima fonte de iodo que promove a função tiroideia e beneficia especialmente cães que sofrem de hipotiroidismo. É ainda fonte de ómega-3 pelo que além de ajudar a manter uma pele e pelo brilhante, têm propriedades anti-inflamatórias.


Many products have now come up, known as “super-foods” that have invaded the social networks, magazines, and supermarket shelves.
Seaweed such as spirulina or kelp are examples of this.

What are the benefits of your seaweed consumption?
Seaweed are rich in amino acids, minerals, vitamins and phytonutrients such as lycopenes and carotenes. They also have the great advantage of not having cellulose in their cell wall, making possible its absorption by the digestive system of dogs.

Studies show that:
– The high amount of nutrients contribute to the metabolisms of energy production and improve the immune system.
– They are also very rich in iodine and help support the endocrine glands (such as thyroid);
– They have high anti-carcinogenic potential because they are rich in antioxidants, tryptophan and inhibit the accumulation of heavy metals.

Kelp is a marine plant rich in minerals and fat soluble vitamins (A, D, E and K) and the B complex, contains sodium alginate that binds to the heavy metals deposited in the body of the dog allowing its elimination. It is a great source of iodine that promotes thyroid function and especially benefits dogs suffering from hypothyroidism. It is still a source of omega-3 so that in addition to helping to maintain a skin and shiny, they have anti-inflammatory properties.

Kelp

Actualmente têm surgido muitos produtos, conhecidos como “super-alimentos” que invadiram as redes sociais, as revistas e as prateleiras dos supermercados.

As algas como a spirulina ou a kelp, são exemplos disso mesmo.

Quais os benefícios do seu consumo de algas marinhas?

As algas são ricas em aminoácidos, minerais, vitaminas e fitonutrientes, como os licopenos e carotenos. Têm ainda a grande vantagem de não terem celulose na sua parede celular, tornando possível a sua absorção pelo sistema digestivo dos cães.

Estudos mostram que:

– A elevada quantidade de nutrientes contribuem para os metabolismos de produção de energia e melhoram o sistema imunológico. 

– São também muito ricas em iodo e ajudam no suporte das glândulas endócrinas (como por exemplo a tiroide);

– Têm ainda elevado potencial anti-cancerígeno porque são ricas em antioxidantes, em triptofano e inibem a acumulação de metais pesados.

A Kelp é uma planta marinha rica em minerais e vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K) e do complexo B, contém alginato de sódio que se liga aos metais pesados depositados no organismo do cão permitindo a sua eliminação. É uma óptima fonte de iodo que promove a função tiroideia e beneficia especialmente cães que sofrem de hipotiroidismo. É ainda fonte de ómega-3 pelo que além de ajudar a manter uma pele e pelo brilhante, têm propriedades anti-inflamatórias.


Many products have now come up, known as “super-foods” that have invaded the social networks, magazines, and supermarket shelves.

Seaweed such as spirulina or kelp are examples of this.

What are the benefits of your seaweed consumption?

Seaweed are rich in amino acids, minerals, vitamins and phytonutrients such as lycopenes and carotenes. They also have the great advantage of not having cellulose in their cell wall, making possible its absorption by the digestive system of dogs.

 

Studies show that:

– The high amount of nutrients contribute to the metabolisms of energy production and improve the immune system.

– They are also very rich in iodine and help support the endocrine glands (such as thyroid);

– They have high anti-carcinogenic potential because they are rich in antioxidants, tryptophan and inhibit the accumulation of heavy metals.

Kelp is a marine plant rich in minerals and fat soluble vitamins (A, D, E and K) and the B complex, contains sodium alginate that binds to the heavy metals deposited in the body of the dog allowing its elimination. It is a great source of iodine that promotes thyroid function and especially benefits dogs suffering from hypothyroidism. It is still a source of omega-3 so that in addition to helping to maintain a skin and shiny, they have anti-inflammatory properties.


Ano Novo | New year

Começamos o ano em grande e aproveitamos o feriado e o sol para passear e fazer exercício!
Amanha re-começam consultas de nutrição canina, reuniões de trabalho e os posts com conteúdos interessantes!


We started the year in a big way and enjoyed the holiday and the sun to walk and exercise! Tomorrow re-start canine nutrition appointments, work meetings and posts with interesting content!

Último passeio do ano!

Last walk of the year!


Poppy & Kikoia 

Recompensas | Treats

Os treats oferecidos no giveaway são os preferidos cá de casa.
São os treats with lamb da natures:menu.

A Kikoia e a Poppy gostam porque são cor de rosa…💗
O Peter e o Nero porque são de borrego/cordeiro…
Eu gosto porque são 95% de carne (porco, frango e cordeiro), não tem aromatizantes nem corantes e são glúten free. 
São espetaculares para treino porque os cães valorizam bastante (uso como recompensa de elevado valor) e não ficam colados.

Sabe qual a diferença entre cordeiro e borrego?
Ambos são “filhos” da ovelha. A diferença é apenas a idade. O borrego tem menos de 14 meses, o cordeiro entre 14 meses e 2 anos.


The treats that we give on the giveaway are the ones that ruff dog pack prefer.

They are the natures: menu treats with lamb. Kikoia and Poppy like it because they’re pink … 💗 Peter and Nero because they are lamb… I like it because they are 95% meat (pork, chicken and lamb), have no flavoring or coloring and are gluten free.

They are spectacular for training because dogs value highly (use as a reward of high value) and do not stick together.

O Peter Pan deseja em nome da @ruff.dog um feliz Natal 🎄a todos!
E já agora que o pai Natal 🎅🏻 desça pela chaminé…ele estará a espera! 😂


Peter Pan wishes on behalf of Ruff Dog a Merry Christmas to all!

And now that Santa is coming down the chimney … he’ll be waiting!


Este fim de semana foi dia de nos divertirmos e fazermos exercício.

Há vários desportos que pode fazer com o seu cão, uns mais profissionais e exigentes que outros.

O DogPuller dá para todo o tipo de cães e é super divertido!

A Poppy adora, fica cansada (apesar de apenas momentaneamente) e até sacou um 3º lugar! Super Poppy! Bravo!


This weekend was a day of fun and exercise.

 There are several sports you can do with your dog, some more professional and demanding than others.

All types of dogs can play DogPuller and is super fun!

Poppy loves, gets tired (although only momentarily) and even took a 3rd place! Super Poppy! bravo!


Fotografia | Photography: Toomuttslove

Hastes | Stag

TiendAnimal.pt diz que eu vou fazer os meus cães mais feliz e eu acredito que sim!!
Hastes de veado (que caem naturalmente) são recolhidas dos bosques na Áustria, cortadas e limpas para fazer este “brinquedo”
É completamente natural sem aditivos ou químicos.
Não tem cheiro nem fica pegajoso.
Os cães estão loucos aos saltos para eu lhes dar isto, por isso assumo que lhes pareça bem.


TiendAnimal.pt says that I’m going to make my dogs happier and I believe so!

Stag (naturally falling) deer stems are collected from the woods in Austria, cut and cleaned to make this “toy”It is completely natural without additives or chemicals. It does not smell or get sticky.

The dogs are on crazy jumping mode, so I assume they like the stag

1º assalto | 1st round

Pois é. O primeiro assalto a árvore aconteceu… Um duende passou a zombie 😱
E a culpada não é a poppy! Afinal a kikoia, que já tinha idade para ter juízo foi a primeira a não resistir.
RIP duende


Yeah. The first assault on the tree happened … A elf went on to zombie 😱And the guilty is not Poppy! After all, Kikoia, who was old enough to have some good sense, was the first to don’t resist.

RIP elf

Giveaway de Natal | Xmas Giveaway

Como gostamos de cães felizes, resolvemos dar uma ajuda aos donos. Vamos oferecer dois snuffle map (um no facebook e outro no instagram), acompanhados de super treats de borrego da Natures:menu.

É o kit perfeito para entreter e cansar o seu cão num dia feio, frio e chuvoso de Inverno – veja o post sobre os snuffle maps para descobrir tudo.

Para se habilitar a ganhar, terá que participar da seguinte forma:
1. Colocar “gosto” na página de Facebook da Ruff Dog
2. Colocar “gosto” na página de Facebook da New Global Pet
3. Colocar “gosto” nesta publicação;
4. Identificar três doglovers através de comentário(s) desta publicação;

Todos estes passos são obrigatórios para que a participação seja válida, mas pode participar as vezes que quiser!
A participação termina a 23 de Dezembro de 2018 às 23h59. Os vencedores serão anunciados no dia 24 de Dezembro de 2018 às 16h30.

A rena Kikoia deseja a todos boa sorte e Feliz Natal !!

Estrela de Natal

Diversas espécies de plantas ornamentais, comuns no ambiente urbano e doméstico possuem toxinas perigosas para os cães. Nesta altura do ano é comum as casas em Portugal encherem-se de “Estrelas do Natal”. Esta planta é especialmente tóxica quando ingerida, mas se “farejada” com alguma intensidade pode ter o mesmo resultado.
As reacções podem ser mais ligeiras como vómitos e diarreia, mas podem também ser mais graves com envolvimento neurológico e/ou cardiorespiratório.

Assim, mais vale prevenir! Se tem cães não tenha esta planta em casa, se tiver mesmo que ser, garanta que não está ao alcance do seu animal (e não se esqueça que eles conseguem ser bastante artistas quando sozinhos).


Several species of ornamental plants, common in the urban and domestic environment, possess harmful toxins for dogs. At this time of year it is common for houses in Portugal to fill up with “Christmas Stars”. This plant is especially toxic when ingested, but if “sniffed” with some intensity can have the same result.

The reactions may be milder such as vomiting and diarrhea, but may also be more severe with neurological and / or cardiorespiratory involvement.

So better to be warned! If you have dogs do not have this plant at home, if it has to be, ensure that it is not within your pet’s reach (and do not forget that they can be quite artists when alone).

Árvore de Natal | Xmas Tree

Bom dia! Vimos por este meio informar que a árvore de Natal mantém-se intacta.
Aliás temos ajudante para segurar na meia até ao Natal 😂😍
“Poppy Apport”


Good Morning! We have hereby informed you that the Christmas tree remains intact.

Actually we have a helper to hold in stockings until Christmas 😂😍

“Poppy Apport”

Cama para cão | Dog bed

E esta super cama (aprovadíssima pelo sr.Nero) que eu encontrei na loja AREA das Amoreiras ?
Super fofa e quentinha ideal para os dias mais frios do Inverno.
O Nero, que devido à sua história clínica é um cão magro, facilmente fica desconfortável e costuma mudar de posição várias vezes durante a noite. Esta noite não se mexeu uma única vez! E de manhã nem queria sair da cama!
Ainda por cima, preço bastante acessível quando comparado com os valores das camas de cães boas disponíveis no mercado. Só tenho pena que não existam tamanhos maiores!!!


And this super bed (approved by Mr.Nero) that I found in the AREA das Amoreiras store? Super cute and warm super ideal for the cooler winter days.

Nero, who because of his medical history is a skinny dog, easily becomes uncomfortable and often changes positions several times during the night. Tonight did not move once! And I did not even want to get out of bed in the morning!

On top of that, the price is very affordable when compared to the values ​​of the good dogs beds available in the market. I’m just sorry there are no bigger sizes !!!

Mornings

Bom dia! Quem acordou com uma certa e determinada “pressão” para levantar?


Good Morning! Who woke up with a certain certain “pressure” to get out of bed ?

Nero

O Nero foi o terceiro cão a juntar-se à família. Inicialmente apenas por umas semanas pois os médicos veterinários que o acompanhavam davam um prognostico muito reservado. O Nero movia-se com muita dificuldade, tinha que ir ao colo para a rua, recusava a alimentação (dar os medicamentos era um filme!) e tinha um diagnostico de cancro sinovial, além de leshmaniose e esgana. Veio para nossa casa para morrer de forma confortável… ele vivia num canil.

Passaram-se dias…semanas…e o Nero rejuvenesceu. Começou a comer (alimentação natural, claro está!), a tomar a medicação a horas e a ter cuidados de higiene que num canil não são possíveis de garantir. Além de muito mimo e amor. Gradualmente foi ganhando força, e actualmente (3 anos depois!) corre, brinca, salta para o sofá e sobe escadas mais depressa que eu!

sim! é um tripé!


Nero was the third dog to join the family. Initially only for a few weeks because the veterinarians gave him a very reserved prognosis. Nero was moving with a lot of difficulty, he had to go on our lap to the street, he refused to feed (giving his medication was really hard!) And he had a diagnosis of synovial cancer, besides leshmaniosis and distemper. He came to our house just to die comfortably … he was living in a kennel.

Days passed … weeks … and Nero was a new dog. He began to eat (natural food, of course!), take the medication on time and had hygiene care that a kennel can not guarantee. Besides much love. Gradually he gained strength, and now (3 years later!) he run, play, jump onto the couch and climbs stairs faster than I do!

And yes… he only has 3 legs! 

Peter Pan

Apesar de não ter sido o meu primeiro cão, foi o primeiro adoptado por mim, com ele aprendi tanto… !! Alem de um cão nada socializado em cachorro e por isso, cheio de medos e reactivo à maioria dos estímulos (cães, pessoas, sombras incluídas), é também intolerante à comida processada para cão (ração).

Assim, graças a ele, entrei no mundo dos cães. Comecei a estudar alimentação natural para cão, área que actualmente me dedico profissionalmente, e também comportamento e treino canino.


Although he was not my first dog, he was the first adopted by me, with him I learned so much … !! In addition to a dog that was not socialized when he was a puppy and therefore full of fears and reactive to most of the stimuli (dogs, people, shadows included), it is also intolerant to processed dog food (kible).

So, thanks to him, I met the world of dogs. I began to study natural dog food, an area I currently work professionally, as well as dog training and behavior.

Alimentar muitos cães | Feeding a lot of dogs

Que ter muitos cães nunca sirva de desculpa! Nesta casa vivem 16 caes…

Pratos do dia:
Coração de porco
Coração de vaca
Bofe de novilho
Traqueia de vaca
Asas e patas de frango
Fígado e moelas de peru
Batata doce e lentilhas 
Batido de: kefir, banana, pera e maçã, cenoura, brócolos, espinafres e mel.
Levedura de cerveja.
Gordura de vaca – Grau
Condroprotectores – @gwfnutrition 


That having many dogs is never an excuse!  In this house live 16 dogs …

Menu of the day:

Heart of pig, Cow’s heart, Beef steer, Cow Trachea, Wings and chicken legs, Liver and turkey gizzards, Sweet potatoes and lentils. Whisk of: kefir, banana, pear and apple, carrot, broccoli, spinach and honey. Brewer’s yeast. Cow fat – Grau and Chondroprotectors – @gwfnutrition


Super dono e super cães | Super owner and super dogs
Malinois Loreti – Portugal
Hostel Dogs and Cats – Edgar Loreti

Farinha de casca de ovo | egg shell flower

Domingo chuvoso pede um bolo para o lanche à tarde. Já que usamos ovos e ligamos o forno, fazemos farinha de casca de ovo! Uma excelente fonte de cálcio para adicionar como complemento à dieta do seu cão.

É muito simples: passa as cascas de ovo por água, sacode para tirar o excesso de água, coloca-as num tabuleiro e leva-as ao forno enquanto cozinha qualquer outra coisa (elas não deitam cheiro). Retira e esmigalha bem num almofariz ou tritura num robot de cozinha.
Guarde num recipiente de vidro fechado.
Conserve em local fresco e seco.


Rainy Sunday asks for a cake for afternoon snack. Since we use eggs and turn on the oven, we make eggshell flour! An excellent source of calcium to add as a complement to your dog’s diet.

It is very simple: pass the eggshells over the water, shake to get the excess water, put them on a tray and take them to the oven while cooking anything else (they do not smell). Remove and crumble well in a mortar or grind in a food processor. Store in a closed glass container. Store in a cool, dry place.

Socorro tive gémeos | Help I had twins

Muitas pessoas perguntam como é possível gerir tudo… Marido fora muitos dias da semana, um bebé de dois meses, uma cachorra malinois de 8 meses, e mais 3 cães em casa!
A verdade é… uma ajuda maravilhosa: a minha mãe.
A outra grande verdade é: há “ferramentas” que ajudam muito. O Sling da Pulguinhas é fundamental para o “multitasking”. Graças a ele consigo passear e treinar a Poppy todos os dias enquanto o Ico apanha ar. E mesmo que esteja em mega birra com cólicas, fica relaxado e sossegado dentro do sling enquanto (por exemplo) dou a comida aos cães.

Dog and Baby mums que estão por aí…. recomendo vivamente!!!


 

A lot of you ask me how can i manage everything…. Husband away many days of the week, a two months old baby, a eight months malinois puppy and 3 more dogs at home!  The truth is… a wonderfull help: my mother!

The other great help is: the pulguinhas sling, its an amazing tool, fundamental for multitasking! Thanks to it, i can walk and train my dogs while baby Ico catches some air. Even when baby Ico is crying with cramps, after some minuts in sling he relaxes and calm down, until he fall asleep.

Dog and Baby mums that are out there …. I strongly recommend !!!

Dia de cozinha | Kitchen day

Hoje é dia de ir para a cozinha e preparar a semana dos cães cá de casa.
Escolhemos 3 fontes de proteína diferentes, que vão ser complementadas ao longo da semana com legumes, vegetais, arroz e batata doce, fruta, ovo e os vários suplementos.

Músculo de porco, bofe de borrego e fígado de novilho. 


Today is the day to go to the kitchen and prepare the dogs’ week here from home.We chose 3 different protein sources, which will be complemented throughout the week with vegetables, vegetables, rice and sweet potatoes, fruit, egg and various supplements.

Muscle of pig, bofe of lamb and liver of calf.

Dia de mercado | Market day

Hoje foi dia de nos re-abastecermos de legumes e fruta. 

Preferimos comprar produtos a comerciantes locais, pelo que visitamos um mercado municipal.

Compramos: pêras, maçãs, bananas, pepino, alface, tomate, cogumelos, courgete, agrião, cenouras, abóbora, abóbora manteiga, courgete, couve-flor e brócolos.
Gastei 17€.


Today was the day we re-stocked with vegetables and fruit. We prefer to buy products from local producers, so we visit a municipal market.

We buy: pears, apples, bananas, cucumber, lettuce, tomatoes, mushrooms, courgette, watercress, carrots, pumpkin, pumpkin butter, courgette, cauliflower and broccoli.

Total spent 17 €.

Açorda

Good morning everybody!!
Importa dizer que o Açorda não tenciona sair da cama… | Açorda doesn’t plan leaving the bed

Prato do dia | Menu of the day

Hoje por aqui tivemos: atum, sardinha e fígado de peru, com maça, feijão verde, arroz e cenoura.
Complementos incluímos farinha de casca de ovo, levedura de cerveja e 2 gotas de vigantol. Na refeição da noite estarão os restantes complementos diários.
Hoje não será incluído nenhum suplemento de óleo de peixe porque a sardinha já tem “para dar e vender”!


Today we had: tuna, sardines and turkey liver, with apple, green beans, rice and carrots. Supplements we include eggshell flour, brewer’s yeast and 2 drops vigantol. In the evening meal will be the remaining daily supplements.

Today no fish oil supplement will be included because the sardine already has a lot!

Enriquecer ração | Improving Kibble

Outro exemplo de complementos para adicionar à ração para a tornar mais rica – continuando com o objectivo de oferecer vitaminas e minerais intactos – banana, bofe de novilho cru (esteve congelado durante 3 dias), levedura de cerveja e óleo de fígado de bacalhau.

Mais uma vez recomendo que estude bastante o assunto antes de introduzir novos alimentos nas refeições do seu cão. Estes alimentos devem ser escolhidos e adequados à idade e estado fisiológico do cão. As quantidades também são muito importantes para não causar desequilíbrios e acabar fazendo mais mal que bem.


Another example of supplements to add to the ration to make it richer – continuing the goal of offering intact vitamins and minerals – banana, beef stew (been frozen for 3 days), brewer’s yeast and cod liver oil.

Again I recommend that you study the subject a lot before introducing new foods into your dog’s meals. These foods should be chosen and adapted to the age and physiological state of the dog. Quantities are also very important not to cause imbalances and end up doing more harm than good.

Prato do dia | Menu of the day

O menu do dia cá de casa foi:
Lombo de porco e perna de peru picado com cenoura (cozido)
Bofe de Novilho (cru)
Banana
Mistura cozida de arroz, grelos, brócolos e puré de ervilha
Levedura de cerveja
Óleo de fígado de bacalhau.

Re-lembro que: 
1. Fazer alimentação natural – seja de que tipo for – não é dar carne com arroz
2. Fazer alimentação natural – seja de que tipo for – não é dar restos
3. Fazer alimentação natural – seja de que tipo for – não é dar ração com arroz

✅ Se quer fazer alimentação natural deve estudar bem o assunto e consultar um profissional da área para adequar tudo ao seu cão.


The menu of the day was:

Pork loin and turkey leg chopped with carrot (cooked)

Beef Boar (raw)

Banana

Cooked mixture of rice, greens, broccoli and pea puree

Brewer’s yeast and cod liver oil.

Remember that:

1. Make natural food – whatever it may be – is not to give meat with rice

2. Doing natural food – whatever it may be – is not giving leftovers.

3.Doing natural feed – whatever it may be – is not giving ration with rice.

✅If you want to eat natural food you should study the subject well and consult a professional in the area to adjust everything to your dog.

Poppy – 8 months

A poppy hoje faz 8 meses! 
Parabéns aos irmãos também! Sejam todos muito felizes 


Happy 8 months poppy! Congratulations to all brothers and sister, please be very happy! 


@tori.raki – Dashi
Malinois Loreti – Portugal – Bandit
Mutt & Mali – Kuma
@malinois_cardhu_massas – Sloth 
@carolina_mmelo2 – Boyka
@afonsomarianobre – Spirit 

Modelo | Model: A’Anger Game Wild West Spirit AKA Poppy

Fotografia | Photography: Pulguinhas


sessão fotográfica | Photoshoot

Hoje foi dia de sessão fotográfica para a Pulguinhas
A maior dificuldade que tive na conciliação cães / filho foi a logística que era necessária para passear ou treinar os meus caes. Descobri a solução!!! 
Brevemente explicarei tudo!

Obrigada Rita pelas fotografias estou ansiosa por vê-las.

Entretanto visitem a página para verem mil coisas giras


Today was a photo shoot for Pulguinhas

The biggest difficulty I had in reconciling dogs / children was the logistics I needed to walk or train my dogs. I discovered the solution !!!

I will explain everything soon!

Thank you, Rita, for the photos I’m looking forward to seeing.

Check out Pulguinhas page to see a beautifull and cute stuff 

IGP | IPO

Há algum tempo divulguei um evento que irá acontecer no Algarve no dia 10 de Novembro sobre IGP. Respondendo a algumas perguntas que surgiram, segue um pequeno excerto do texto da autoria de Iron Dog Algarve – Escola de Treino Canino

Na fotografia vemos o boxer “Echo von der Konigswiese” que em binómio com Joao Paulino, conseguiu o primeiro lugar em IPO1 no campeonato do mundo ATIBOX WM 2018, em Haro, Espanha.

“Originário da Alemanha, o IPO (International Prüfungsordnung) deriva do Schutzhund e há mais de 100 anos que serve para avaliar o carácter, versatilidade e equilíbrio dos exemplares caninos. Foi concebido com o intuito de testar o temperamento e carácter dos cães e determinar a sua aptidão para reprodução. Pode ser comparado a um género de «triatlo» para o cão, pois avalia-o de forma rigorosa em três complexas disciplinas: pistagem, obediência e proteção. Considerado um desporto de elites, é a modalidade mais praticada em todo o mundo, a mais bem estabelecida, consensualmente reconhecida e praticada transversalmente em todo o mundo. E Portugal não é excepção! 

A modalidade de IPO testa a estabilidade mental, resistência, coragem, destreza física e mental, a capacidade de discriminação olfactiva, vontade de trabalhar, bem como a capacidade e qualidade do treino do cão. Enquanto desporto canino, o IPO é composto por três disciplinas (pistagem, obediência e protecção) e por três níveis (IPO1, IPO2 e IPO3). 

Em cada uma das três disciplinas, o binómio (cão-condutor) inicia a competição com 100 pontos (300 no total) que vão sendo progressivamente “descontados” consoante os erros ou falhas cometidos ao longo da prova. Para que o binómio se qualifique, deverá conseguir um mínimo de 70 pontos em cada uma das disciplinas.

A disciplina de Pistagem (A) avalia a capacidade olfactiva dos cães bem como a sua vontade de trabalhar num campo aberto, seguindo o rastro (as pegadas) deixado previamente por um traçador e indicando vários objectos que vai encontrando pelo percurso. O nível de dificuldade aumenta consoante os graus (1, 2 ou 3). O cão deverá apresentar uma atitude de concentração, estar motivado para executar o exercício, pistar com precisão e a um ritmo constante.

A disciplina de Obediência (B) avalia a capacidade de resposta do cão em várias situações como o andamento ao lado, uma série de mudanças de direcção e velocidades, paragens, distracções, posições e uma passagem por um grupo de pessoas. Existem ainda exercícios de saltos, busca de apports, chamadas, entre outros exercícios. A atitude de permanente alerta, concentração, vontade de trabalhar do cão e a harmonia do binómio são também avaliadas.

Por fim, a disciplina de Protecção (C) determina a coragem, autoconfiança, agilidade e resiliência do cão, bem como o seu controlo por parte do condutor. Os exercícios exigem que o cão procure por um figurante escondido num abrigo, e que ladre ao encontrá-lo (alertando assim o seu condutor), e permaneça a guardá-lo até à chegada do condutor. Seguem-se uma série de ataques simulados pelo figurante, o qual usa uma manga de protecção (o único sítio onde o cão pode morder). Sempre que o figurante cessa o ataque, o condutor dá o comando para o cão largar a manga e este deverá permanecer a “guardar o figurante” até à chegada do condutor. O total controlo e disciplina do cão são absolutamente fundamentais.
Apesar de ser a disciplina onde os cães em prova mais brilham, o trabalho de protecção ainda é, infelizmente, a área mais incompreendida por quem desconhece a modalidade. Somente os cães confiantes, equilibrados, com temperamentos estáveis e nervos fortes, têm a capacidade e astucia para executar com sucesso esta importante disciplina. Acima de tudo, um cão de IPO é um companheiro confiante e confiável: as suas reacções são previsíveis e controláveis sob qualquer circunstância!

E como se a avaliação das disciplinas não fosse já rigorosa o suficiente, as três devem ser superadas no mesmo dia e pela seguinte ordem: pistagem, obediência e protecção. As competições acontecem em todo o país e são organizadas por clubes locais e no âmbito do campeonato nacional de IPO. 

A partir de 2019 existirão algumas alterações ao regulamento, que de acordo com o coordenador nacional da modalidade Júlio Silva afectarão sobretudo o IPO1 tornando-o “mais acessível”. Contudo a principal mudança será na “forma de julgar”, pois o novo regulamento irá “valorizar cada vez mais a atitude com que os cães executam os exercícios”.”


Some time ago I announced an event that will take place in the Algarve on 10 November on IGP. Answering some questions that have arisen, here is a short excerpt from the text by the author of Iron Dog Algarve – Canine Training SchoolIn the photograph we see the boxer “Echo von der Konigswiese” who in combination with Joao Paulino, got the first place in IPO1 in the world championship ATIBOX WM 2018 in Haro, Spain.

“Originally from Germany, the IPO (International Prüfungsordnung) is derived from Schutzhund and has been used for more than 100 years to evaluate the character, versatility and balance of dogs. It was designed to test the temperament and character of the dogs and determine the It can be compared to a kind of triathlon for the dog, as it evaluates it rigorously in three complex disciplines: pest control, obedience and protection. Considered an elite sport, it is the most practiced modality in all the world, the most well established, consensually recognized and practiced across the world, and Portugal is no exception!

The IPO modality tests mental stability, endurance, courage, physical and mental dexterity, the ability to olfactory discrimination, willingness to work, as well as the ability and quality of dog training. While canine sport, the IPO consists of three disciplines (piste, obedience and protection) and three levels (IPO1, IPO2 and IPO3).

In each of the three disciplines, the binomial (dog-driver) starts the competition with 100 points (300 in total) that are progressively “discounted” according to the mistakes or failures committed during the race. In order for the binomial to qualify, you must achieve a minimum of 70 points in each of the disciplines.

The Tracking (A) discipline assesses the olfactory ability of dogs as well as their willingness to work in an open field, following the trail (the footprints) previously left by a tracer and indicating various objects that are found along the route. The level of difficulty increases according to degrees (1, 2 or 3). The dog should have an attitude of concentration, be motivated to perform the exercise, play accurately and at a steady pace.

The Obedience discipline (B) assesses the dog’s responsiveness in various situations such as the next step, a series of changes of direction and speed, stops, distractions, positions and a passage through a group of people. There are also jumping exercises, apports search, calls, among other exercises. The attitude of permanent alertness, concentration, will to work of the dog and the harmony of the binomial are also evaluated.

Finally, the discipline of Protection (C) determines the dog’s courage, self-confidence, agility and resilience, as well as its control by the driver. The exercises require that the dog look for a decoy hidden in a shelter, and bark when he finds it (thus alerting his driver), and keep it until the driver arrives. There follows a series of simulator attacks, which use a protective sleeve (the only place the dog can bite). Whenever the decoy stops the attack, the driver gives the command for the dog to drop the handle and the handle should remain next to the decoy until the driver arrives. The total control and discipline of the dog are absolutely fundamental.

Despite being the discipline where the dogs in evidence most shine, protection work is still, unfortunately, the area most misunderstood by those who do not know the modality. Only confident, balanced dogs with stable temperaments and strong nerves have the ability and cunning to successfully execute this important discipline. Above all, an IPO dog is a confident and dependable companion: your reactions are predictable and controllable under any circumstances!

And as if the evaluation of the disciplines was not already rigorous enough, the three must be overcome on the same day and in the following order: traking, obedience and protection. Competitions take place all over the country and are organized by local clubs and within the scope of the national IPO championship.

From 2019 there will be some changes to the regulation, which according to the national coordinator of the Júlio Silva modality will affect mainly the IPO1 making it “more accessible”. However the main change will be in the “judging”, as the new regulation will “increasingly value the attitude with which dogs perform the exercises.” “

Enriquecer a ração | Improving Kibble

Frequentemente, donos preocupados e responsáveis mas sem disponibilidade para se comprometer com a alimentação natural (sim, dá trabalho!) perguntam-me de é possível enriquecer a ração.
Sim! Claro que sim! 
Mas não com arroz e côdeas! 
É preciso ter em conta que as fontes de hidratos de carbono são degradados como açúcar e funcionam principalmente como fornecedores de energia pelo que existe muito pouco interesse em acrescentar fontes de hidratos à refeição. 
A minha sugestão é, regra geral, enriquecer com fibras, vitaminas, minerais e óleos não processados escolhendo assim frutas, vegetais e suplementos como por exemplo, a levedura de cerveja, casca de ovo e azeite. Carnes e vísceras sao também uma boa opção mas deve ser tida em conta a idade e história clínica do cão bem como a quantidade de proteína presente na ração.
Hidratar a ração, ou seja, acrescentar água. É SEMPRE uma boa opção!


Often, concern and responsible owners, but not willing to commit to natural food (yes, it’s hard!), They ask me if I can enrich the food. Yes! Of course yes!

But not with rice and crusts! It must be taken into account that carbohydrate sources are degraded as sugar and function primarily as energy suppliers, so there is very little interest in adding sources of hydrates to the meal.

My suggestion is usually to enrich with unprocessed fibers, vitamins, minerals and oils, thus choosing fruits, vegetables and supplements such as brewer’s yeast, eggshell and olive oil. Meat and offal are also a good option but the age and clinical history of the dog as well as the amount of protein present in the diet should be taken into account.

Hydrate the feed, that is, add water. It is ALWAYS a good choice!

Caldo de osso | Bone Broth

O caldo de osso é um complemento para a alimentação do cão muito nutritivo (independentemente do tipo de alimentação do cão) que pode ser também utilizado para estimular o apetite de cães mais selectivos, para ajudar na recuperação de uma cirurgia ou doença e ainda como alimento para dar em caso de crise aguda de diarreia ou vomito. No fundo é semelhante à nossa canja!

Como fazer? simples!
Numa panela grande coloca um frango inteiro (de preferência do campo e com patas, miúdos, tudo!), 5 litros de água e 1 colher de sopa de vinagre de maçã.
Tapa, deixa levantar fervura e depois coloca em lume brando. Deixa cozinhar por 24 horas.
Ao fim das 24 horas é só retirar do lume.
Em alternativa pode ser utilizado uma panela eléctrica de cozedura lenta.

Os ossos que ficam na panela devem ser desperdiçados. A carne pode ser aproveitada
O caldo pode ser dado ao cão entre 2 a 4 vezes por dia e a quantidade varia entre 50ml e 300ml conforme o tamanho do cão.

Pode congelar em doses individuais para ter reserva e utilizar em caso de “emergência”.


The bone broth is a very nutritious dog food supplement (regardless of the type of dog food) that can also be used to stimulate the appetite of more selective dogs, to aid in the recovery of a surgery or disease and also as food to give in case of acute crisis of diarrhea or vomiting. In the background is similar to our canja!

How to make? Simple!

In a large pot put a whole chicken (preferably from the field and with paws, organs, everything!), 5 liters of water and 1 tablespoon of apple cider vinegar. Cover, allow to boil and then set to simmer. Let cook for 24 hours. At the end of the 24 hours just remove from the heat.

Alternatively a slow cooker can be used.

The bones that remain in the pan should be wasted. Meat can be harnessed

The broth can be given to the dog between 2 to 4 times a day and the amount varies between 50ml and 300ml depending on the size of the dog. It can be frozen in individual doses to be reserved and used in case of “emergency”.

Disfunção cognitiva canina | CCD


Quase todos os cães, à medida que envelhecem, têm algum grau de CCD, uma demência semelhante ao Alzheimer em humanos.
As causas do CCD ainda não são conhecidas, mas estudos indicam que cerca de 30% dos cães com 11 anos apresentam um ou mais sinais de comprometimento cognitivo, valor que aumenta para 68% em cães com mais de 15 anos.

Memorize a sigla: DISHA
D – Disorientation
I – Interactions
S – Sleep – wake cycle changes
H – House soiling
A – Activity

Desorientação – há vários sinais nem sempre fáceis de identificar… Mas se recorrentemente reparar que o seu cão coloca o focinho do lado errado da porta, ou ao ir para casa parar no portão do vizinho ou deitar-se num sitio estranho ou diferente do habitual…Fique atento.

Interações – se ao longo da vida o seu cão ladrou sempre que alguém chega a casa e de repente, sem treino, isso começa a não acontecer, se o deixou de vir receber à porta, se deixa de reagir a estímulos que sempre o animaram como ir buscar a trela para ir à rua ou abrir a caixa dos biscoitos ou até se muda a forma como interage com pessoas (ex. Cão amigável mostrar sinais de agressividade) podem ser sinais de CCD. Mas também podem ser apenas sinais de dor ou desconforto! Leve sempre ao médico veterinário.

Mudanças no ciclo vigília-sono – este ponto é mais fácil de identificar, por exemplo: o cão passeia de um lado para o outro da casa durante a noite e depois passa a manhã a dormir.

Casa Suja – se sempre teve um cão limpo que fazia as suas necessidades na rua e de repente começar a urinar ou defecar dentro de casa (isto pode acontecer por perda de memória, por problema de controlo de esfincteres ou até por infecção urinária. Mais uma vez, consulte o seu médico veterinário.

Actividade – O cão tem menos interesse em explorar o ambiente ou a responder a um estímulo ou apresentar movimentos repetitivos, abanar a cabeça, andar em círculos. Estes sinais podem ser sinais de CCD mas podem também estar relacionados com problemas de visão ou audição ou um problema neurológico mais grave, pelo que também neste caso deverá consultar o médico veterinário.

O que fazer ?
Adapte a casa, facilite as rotinas, mime o seu cão. Infelizmente a vida deles é sempre mais curta do que devia.
Pode também fornecer uma alimentação rica em ácidos gordos como o ómega-3 para ajudar a retardar o envelhecimento celular.


Almost all dogs, as they get older, have some degree of CCD, a dementia similar to Alzheimer’s in humans. The causes of CCD are not yet known, but studies indicate that about 30% of 11-year-old dogs have one or more signs of cognitive impairment, increasing to 68% in dogs older than 15 years.

Memorize this: DISHA
D – Disorientation
I – Interactions
S – Sleep – wake cycle changes
H – House soiling
A – Activity

Disorientation – there are several signs that are not always easy to identify … But if you regularly notice that your dog puts his muzzle on the wrong side of the door, or when he goes home he stops at the neighbor’s gate or lies in a strange or different place from the habitual … Stay tuned.

Interactions – if throughout your life your dog barks whenever someone comes home and suddenly, without training, this does not happen, if you stop coming to receive at the door, you stop reacting to stimuli that have always encouraged you as go get the leash to go to the street or open the box of cookies or even change the way you interact with people (eg dog friendly show signs of aggression) can be signs of CCD. But they can also just be signs of pain or discomfort! Always take the veterinarian.

Changes in the wake-sleep cycle – this point is easier to identify, for example: the dog wanders from side to side of the house at night and then passes the morning to sleep.

Dirty House – if you always had a clean dog that did your needs on the street and suddenly started to urinate or defecate in the house (this could happen due to memory loss, problem of control of sphincters or even urinary tract infection. consult your veterinarian.

Activity – The dog has less interest in exploring the environment or responding to a stimulus or having repetitive movements, shaking his head, walking in circles. These signs may be signs of CCD but may also be related to vision or hearing problems or a more serious neurological problem, so in this case you should also consult your veterinarian.

What to do ?

Adapt the house, facilitate the routines, pamper your dog. Unfortunately their lives are always shorter than they should.

It can also provide a diet rich in fatty acids like omega-3 to help slow cellular aging


Modelo | Model: Pipa (já é uma estrelinha)

Tártaro | Tartar

Numa perspectiva de desmistificar uma ideia que a maioria dos donos tem em relação a uma das “vantagens” da alimentação por ração mostro-vos a fotografia dos dentes do Nero que viveu os primeiros 8 anos da sua vida a comer ração.

Sabem quando dizem: Comer ração “lava os dentes”, os cães que comem ração não desenvolvem tártaro…
Tenho vontade de rir. OU chorar. Conforme o espírito do dia!

A ração (lamentavelmente) não lava os dentes. Eventualmente lavaria se os cães mastigassem. Mas como têm 42 dentes que servem para rasgar, no máximo partem 1 ou 2 bagos de ração a cada 10 que engolem, não há qualquer tipo de lavagem.

Se alimenta o seu cão a ração, deve lavar os dentes dele com escova e pasta (específica para cães). Caso contrário é isto (fotografia) que acontece. E quando está neste extremo, a única forma de resolver é com uma destartarização (que envolve uma anestesia geral, visto que o cão não fica quieto de boca aberta…)

Sugestões: 
Um osso com cartilagens, como por exemplo o joelho do porco, faz MARAVILHAS, e é um osso seguro mesmo para cães inexperientes. 
(quando a doença periodontal já está muito avançada, o cão pode não roer o osso com os dentes com mais tártaro pois causa dor)

PS – a “culpa” disto não é minha… o Nero foi adoptado em adulto com 8 anos. Hoje em dia, depois de uma destartarização e de passar para Alimentação Natural tem uns dentes e gengivas saudáveis!


In a perspective of demystifying an idea that most owners have in relation to one of the “advantages” of feeding kibble, I show you the photograph of the teeth of Nero who lived the first 8 years of his life eating kibble.

You know when they say: Eat kibble “washes teeth”, dogs that eat kibble do not develop tartar …I feel like laughing. Or cry. According to the spirit of the day!

Kibble (unfortunately) don’t wash the teeth. It would eventually wash if the dogs chewed. But as they have 42 teeth that serve to tear, at most leave 1 or 2 berries of kibble every 10 that swallow, there is not any type of washing.

If you feed your dog with kibble, you should wash his teeth with a brush and paste (dog specific). Otherwise it is this (photograph) that happens. And when it is in this extreme, the only way to solve it is with a destartarization (which involves a general anesthetic, since the dog does not stand still with his mouth open …)

Suggestions:

A bone with cartilage, such as the pig’s knee, makes WONDERS, and is a safe bone even for inexperienced dogs. (when the periodontal disease is already very advanced, the dog may not chew the bone with the teeth with more tartar because it causes pain)

PS – the “fault” of this is not mine … Nero was adopted as an 8 year old. Nowadays, after a detartarization and to move to Natural Food has healthy teeth and gums!

Feira Animal de Oeiras

Viemos a feira de Oeiras e encontrámos o stand da Doberman Club de Portugal. Passem por cá tem rifas cheias de prémios para contribuir para o fundo e ajudar Dobermans negligenciados!!

Descobrimos uns biscoitos óptimos da Cookas’s Cookies.

Encontramos o stand “O Farinha”, com uma boa solução para o problema das trelas que há algum tempo falámos. Vamos acreditar que os humanos sabem ler…e respeitam!

Nutrição do cão | Dog Nutrition

Fazer alimentação natural NÃO É carne com arroz e cenoura, não é dar restos, não é alimentação vegetariana para o cão e não é juntar arroz à ração!

Independentemente do tipo de alimentação natural escolhida – sim, existem vários tipos de alimentação natural: AN cozida, RAW, ANE, BARF… – é sempre necessário garantir que as quantidades dos diferentes alimentos são fornecidas para termos a certeza que todas as necessidades nutricionais são cumpridas.


Feeding Natural food to your dog is NOT meat with rice and carrots, it is not giving leftovers, it isn’t vegetarian food for the dog and it isn’t add rice to the kibble!

Regardless of the type of natural food chosen – yes, there are several types of natural feeding: AN cooked, RAW, ANE, BARF … – it is always necessary to ensure that the quantities of different foods are provided to make sure that all nutritional needs are fulfilled.


Trabalhar para obter comida | Work for food

Recebi várias mensagens a perguntar porque é que não se deve dar a comida na taça.
Pode dar-se a comida na taça! Não tem nenhum problema! Estas formas alternativas são apenas mais estimulantes para o cão e estratégias para o cansar no dia-a-dia.

O olfacto é um dos sentidos mais desenvolvidos do cão e por isso jogos e brincadeiras que utilizem e estimulem este sentido são sempre interessantes. 

Há várias formas de o fazer até mesmo em casa sem recorrer a “novos brinquedos” pode jogar às escondidas com ele, pode esconder comida pela casa ou numa divisão para ele descobrir (e comer!) e pode até esconder o brinquedo preferido dele!

Utilizando o slogan de um grande amigo e treinador:
“Life is Fun, Play with your dog!”


I received several messages asking why you should not give the food in the cup.You can give yourself food in the bowl! There is no problem! These alternative forms are just more stimulating for the dog and strategies to tire you in the day to day.

Olfaction is one of the most developed senses of the dog and therefore games and games that use and stimulate this sense are always interesting.

There are several ways to do it even at home without resorting to “new toys” you can play hide and seek with him, you can hide food around the house or in a room for him to discover (and eat!) And may even hide his favorite toy!

Using the slogan of a great friend and coach:

“Life is Fun, Play with your dog!”

Trabalhar para obter comida | Work for food

Trabalhar para obter comida é sempre mais interessante do que quando esta aparece “por magia” na taça.
Além de que utilizar o nariz e o cérebro deixa sempre um cão cansado, pelo que é até uma boa sugestão para dar a refeição da manhã antes de ir para o trabalho. 

Para este jogo é necessário uma bola HOLL-EE, a que está na fotografia é da marca JW e muito fácil de encontrar online, umas bolas de ração ou recompensas mais “valiosas” (depende do quanto o cão valoriza a comida uma vez que este jogo só terá interesse para ele se o cheiro o estimular) e uma toalha ou manta (velha!). Como fazer? Muito simples!
1. Corte a toalha em bocados com formas e tamanhos irregulares.
2. Embrulhe as bolas de ração ou recompensas nos bocados de toalha, embrulhe também de diferentes formas, nuns bocados faça rolos, noutros dobre.
3. Vá pondo os bocados dentro da bola até ela estar cheia.

Este jogo deve ser feito com supervisão para o cão não comer os bocados de tecido. E se der a mais do que um cão ao mesmo tempo (eu dei ao Peter Pan e à Poppy) garanta que os cães respeitam o espaço um do outro e aceitam a respectiva presença mesmo quando existem de recursos tão valiosos como a comida, brinquedo e dono de uma só vez!

O olfacto é um dos sentidos mais desenvolvidos do cão e por isso jogos e brincadeiras que utilizem e estimulem este sentido são sempre interessantes. 


Working for food is always more interesting than when it appears “by magic” in the bowl.

In addition to that use the nose and brain always leaves a dog tired, so it’s up to a good suggestion to give the morning meal before going to work.

For this game you need a HOLL-EE ball, the one in the picture is JW brand and very easy to find online, ration balls or more “valuable” rewards (depends on how much the dog values ​​the food once this game will only interest him if the smell stimulates him) and a towel or blanket (old!). How to make? Very simple!

1. Cut the towel into pieces with irregular shapes and sizes.

2. Wrap the ration balls or rewards in the towel pieces, also wrap in different ways, in some bites make rolls, in others fold.

3. Put the bites into the ball until it is full.

This game should be done with supervision so the dog does not eat the bits of tissue. And if you give more than one dog at a time (I gave Peter Pan and Poppy) make sure dogs respect each other’s space and accept their presence even when there are such valuable resources as food, toy, and owner at one go!

Olfaction is one of the most developed senses of the dog and therefore games and games that use and stimulate this sense are always interesting.

Parabéns Peter Pan | Happy Birthday Peter Pan

Faz hoje 8 anos que adoptei o Peter Pan, esperamos ter mais alguns para continuar a tirar-te manias e a provar ao teu treinador @hosteldogsandcats_edgarloreti que fazes mais do que ele acredita


It’s been 8 years since I adopted Peter Pan, we hope we have some more to continue to get rid of you and prove to your trainer @hosteldogsandcats_edgarloreti that you do more than he believes

Ico & Poppy

A Poppy tem 6 meses, o Ico 3 semanas. Conhecem-se há 15 dias.
Vivem juntos e estão na mesma divisão desde que se conheceram, afinal são da mesma família.
SEMPRE com supervisão, nunca sozinhos.
Hoje foi a primeira vez que o Ico interagiu com a poppy: O Ico estava ao meu colo irrequieto com cólicas, a poppy veio deitar-se ao lado. O Ico tocou-lhe, ela adormeceu, ele acalmou.
Nunca forcei. Aconteceu ao fim de 15 dias. E é só isto que eu quero 
💙💗
Calma, respeito e espaço.


Poppy has 6 months, Ico 3 weeks. They’ve known each other for 15 days.

They live together and are in the same division since they met, after all they are from the same family.

ALWAYS with supervision, never alone.

Today was the first time that Ico interacted with the poppy: Ico was on my lap restless with cramps, Poppy came and lie down next to him. Ico touched her, she fell asleep, he calmed down.

I never pushed it. It happened after 15 days. And that’s all I want.

Calm, respect and space.

Trelas | Leash

Voltando às trelas…
NÃO interessa se o seu “cão é amigo” ou se o seu cão “só quer brincar”, se o seu cão é mais pequeno ou se é amarelo. Do outro lado pode estar um cão reactivo, ou um cão assustado ou um cão que não quer mais amigos, não quer brincar ou ATÉ estar um cão com um dono que não o consegue controlar.
Pode ainda estar um cão em treino ou um cão em trabalho.

Tenha respeito pelo outro cão e pelo outro dono.
Se andar com o cão solto, prenda-o quando vir outro cão à trela. 
Se andar com o cão à trela não o deixe aproximar-se antes de confirmar com o dono que o pode fazer, mas by the way, não é a maneira ideal de apresentar dois cães.


Back to the leashes …

It DOES NOT matter if your “dog is friend” or if your dog “just wants to play” if your dog is smaller or if it is yellow. On the other side may be a reactive dog, or a scared dog or a dog that does not want more friends, does not want to play or TO BE a dog with an owner who can not control it.

There may still be a training dog or a working dog.

Have respect for the other dog and the other owner. If walking with the dog off leash, put it when you see another dog. If you’re walking with your dog on the leash dont let him approach other dogs before confirming with the owner that you can do it, but by the way, it’s not the ideal way to introduce two dogs.


Modelo | Model : Marina #marinarules
Fotografia | Photography : Marta PS – toomuttslove 

Ração colorida | Colored kibble

Sabia que as bolinhas de ração coloridas foram criadas para atrair os donos dos cães ?
Os cães não ligam nenhuma às cores, mas está estudado que os humanos associam determinadas cores a alimentos criando assim a ilusão de que a ração é mais rica. Por exemplo: verde a legumes, amarelo a carne de frango ou encarnado a carne de vaca.
Na verdade é só corantes…
(ou tinta!)


Did you know that colored kibble were created to attract dog owners?

Dogs do not link any of the colors, but it’s been studied that humans associate certain colors with food thus creating the illusion that the ration is richer. For example: green on vegetables, yellow on chicken or red on beef .

Actually, it’s just dyes …(or ink!)

omega-3

A suplementação com omega-3 é muito importante e traz várias vantagens para o cão. 
No entanto é importante saber escolher o suplemento! Deve verificar a fonte, a origem e a forma de fabrico.


Supplementation with omega-3 is very important and brings several advantages to the dog.

However it is important to know how to choose the supplement! You should check the source, the origin and the form of manufacture.

Ómega-3

Continuando a falar sobre a suplementação de ómega-3…
– quais as vantagens,
– algumas notas importantes sobre a conservação.


Continuing to talk about omega-3 supplementation …

– Benefits

– some important notes on conservation.

Trelas | Leash

Como dona de um cão reactivo, posso dizer que fazer um passeio num local público pode ser um verdadeiro inferno.

Isto acontece porque existe a ideia generalizada de que:
1 – os cães são verdadeiras “maçanetas” em que qualquer pessoa se sente no direito de tocar, mexer e chamar sem sequer pedir autorização ao humano que o acompanha.
2 – os cães são todos amigos.

Ora não podia ser mais mentira… 
Primeiro ponto, gostava de ir a passear na rua e de repente, um completo estranho o agarrar? dar festas? pois a maioria dos cães também não gosta… NO MÍNIMO, pergunte ao dono se pode.
Segundo ponto, os cães não são todos amigos, nem todos querem brincar, nem todos gostam que outros cães se aproximem e dificilmente a melhor maneira de apresentar dois cães é na ponta de uma trela. 
Claro que há excepções, mas não passam disso mesmo, excepções. 

Existe um código de cores para as trelas. Algo que seria uma boa ajuda se mais pessoas conhecesse o código. Esse código pode ser toda a trela (como na imagem em anexo) mas, por exemplo, um laço de uma determinada cor na trela serve o mesmo propósito.

Resumindo: RESPEITE O ESPAÇO DE CADA CÃO. Fale com o dono antes de se aproximar.
Se vir uma trela com uma mensagem ou um laço encarnado, laranja ou azul, nem se dê ao trabalho… Facilite a vida a quem o passeia – que muitas vezes é uma tarefa difícil – e afaste-se.


As the owner of a reactive dog, I can say that taking a walk in a public place can be a real hell.

This is because there is the general idea that:

1 – dogs are true “doorknobs” in which anyone feels entitled to touch, move and call without even asking permission from the human who accompanies him.

2 – Dogs are all friends.

Now it couldn’t be a bigger a lie…

First point, I liked to go for a walk in the street and suddenly, a complete stranger to grab? Pet you? Well… most dogs do not like it either… AT LEAST, ask the owner if you can touch the dog.

Secondly, dogs are not all friends, not everyone wants to play, not everyone likes that other dogs approach and hardly the best way to present two dogs is at the end of a leash.

Of course there are exceptions, but they are not exceptions.

There is a color code for the leashes. Something that would be a good help if more people knew the code. This code can be the entire leash (as in the attached image) but, for example, a loop of a certain color on the leash serves the same purpose.

In short: RESPECT THE SPACE OF EACH DOG. Talk to the owner before approaching.If you see a leash with a message or an incarnate, orange or blue tie, do not even bother … Make it easy for the stroller – which is often a difficult task – and step back.

Golden Paste

A Golden Paste é um óptimo complemento à alimentação de qualquer cão pelas suas propriedades anti-inflamatórias, ajudando na cicatrização de feridas, aliviando a dor artrite, aumentando a resistência a infeções, actuando na prevenção da doença oncológica, etc.

Posologia
Até 5kg – ½ colher de café
5 a 10kg – 1 colher de café
10 a 25 – 2 colheres de chá
Mais de 25kg – 2 colheres de sobremesa

Recomenda-se a toma deste suplemento por períodos de 90 dias nas duas refeições diárias seguido de descanso de 1 mês.
Teste a tolerância do cão antes de dar uma dose completa.
É normal e frequente fezes moles e em alguns casos vómitos, nesse caso deverá reduzir a dose para metade até os sintomas desaparecerem e depois voltar a aumentar a dose.

A golden paste tem uma validade de cerca de 2 semanas depois de preparada e deve ser conservada no frigorífico.

O consumo de golden paste está contra-indicado para cães com anemia, cálculos biliares, diabetes, refluxo esofágico e hipertrigliciridémia.
Também não deve ser oferecido a cadelas prenhas ou a amamentar e deve ser suspenso pelo menos duas semanas antes de uma intervenção cirurgica.


Golden Paste is a great complement to any dog’s diet due to its anti-inflammatory properties, helping to heal wounds, relieving arthritis pain, increasing resistance to infections, acting to prevent oncological disease, etc.

Posology

Up to 5kg – ½ teaspoon

5 to 10kg – 1 teaspoon

10 to 25 – 2 teaspoons

Over 25kg – 2 tablespoons of dessert

It is recommended to take this supplement for periods of 90 days in the two daily meals followed by rest of 1 month.Test the dog’s tolerance before giving a full dose.

It is normal and frequent soft stools and in some cases vomiting, in which case you should reduce the dose in half until the symptoms disappear and then increase the dose again.

The golden paste has a validity of about 2 weeks after preparation and should be kept in the refrigerator.

The consumption of golden paste is contraindicated for dogs with anemia, gallstones, diabetes, esophageal reflux and hypertriglyceridemia.It should also not be offered to pregnant or lactating bitches and should be discontinued at least two weeks before a surgical intervention.

Parabéns Bia e Óscar| Happy Birthday Bia and Óscar

Parabéns também à Bia!! 5 aninhos cheios de boa vida e loucura.

E também ao Óscar (Carlos para alguns amigos…!!) continua feliz, a pastorear ovelhas e a fugir de guardanapos! 


Congratulations to Bia !! 5 years old, full of good life and madness.

And also to Oscar (Carlos for some friends … !!) Keep happy, shepherding sheep and running away from napkins!

Falta de conhecimento | Lack of knowledge

A organização não governamental PDSA, no estudo Animal Wellbeing 2018, concluiu que a falta de conhecimento dos tutores é a principal causa de problemas de bem estar que afectam os animais de companhia actualmente. 


The non-governmental organization PDSA, in the Animal Wellbeing 2018 study, concluded that lack of tutors’ knowledge is the main cause of welfare problems currently affecting pets.


Fotografia | Photography: Whom Creative Studio 

Escala de agressividade | Ladder of Agression

TODOS os donos de cães deveriam ter conhecimentos básicos sobre comportamento canino. 

Esta escala mostra alguns sinais que os cães dão ao comunicarem entre eles e connosco. Os iniciais mostram desconforto perante uma determinada situação e vão escalando até ao momento em que o cão morde.

Um dono atento deverá detectar os primeiros sinais e retirar o cão da situação que está a causar stress, nunca permitindo que chegue ao ponto de rosnar, “bicar” ou morder.

É importante também algum discernimento ao ler estes sinais, um cão pode bocejar porque acabou de acordar, ou virar as costas porque simplesmente lhe apetece. Avalie cada situação!

Estes sinais podem ser demonstrados em todas as situações, desde interacção com outros cães, outros animais, humanos bebés, crianças e adultos.

ESTEJA ATENTO. Evite e previna os acidentes.
Quem ama cuida…


ALL dog owners should have basic knowledge about dog behavior.

This scale shows some signs that dogs give when communicating between them and with us. The initials show discomfort in a particular situation and escalate until the moment the dog bites.

An attentive owner should detect the first signs and remove the dog from the stressful situation, never allowing it to grow to the point of growling, pecking or biting.

Also important is some insight in reading these signs, a dog may yawn because he has just woken up, or turn his back because he simply feels like it. Evaluate every situation!

These signs can be demonstrated in all situations, from interaction with other dogs, other animals, human babies, children and adults.

BE AWARE. Avoid and prevent accidents.

Who loves, cares…

Cães, bebes e crianças | Dogs, babies and kids

Continuando o tema relação entre cães e bebés, ficam mais algumas dicas essenciais no dia-a-dia.

Repetindo ainda a sugestão de que nada melhor que consultar um treinador responsável e experiente que avalie o seu cão e ajude a fazer esta integração da melhor maneira possível.


Continuing the theme of relationship between dogs and babies, there are some more essential tips in everyday life.

Again, suggest that nothing better than consult a responsible and experienced trainer who evaluates your dog and help make this integration the best way possible.

Supervisão | Supervision

Existem diferentes tipos de supervisão na interacção entre cães e bebés. Só poderemos considerar eficazes as duas ultimas da lista: pró-activa e Activa.

Lembre-se que os acidentes acontecem e não só aos outros, e que amar é cuidar.


There are different types of supervision in the interaction between dogs and babies. Only the last two of the list can be considered effective: proactive and active.

Remember that accidents happen and not just to others, and that loving is caring.

Alternativas para mimar os nossos cães | Alternatives to pamper our dogs

A pedido de “várias famílias” deixo sugestões de alternativas de “miminhos” que pode dar ao seu cão sem contribuir para o aumento de peso:

1. Palitos de cenoura – o cão fica entretido a roer, ajuda a limpar os dentes e as gengivas.

2. Carne (quadradinhos/tiras de bife, pedaços cozidos/seco no forno podem dar frango, peru, coelho, vaca, porco, veado, javali, cavalo…) – são tudo excelentes fontes de proteína, sem gordura ou açúcar, que além de os deixar super felizes ajuda a balançar a quantidade de proteína de uma ração mais pobre. 

3. Fruta fresca (excepto uvas) – apesar de ter algum açúcar natural (frutose) é uma óptima fonte de vitaminas, minerais e fibras.

4. Vísceras desidratadas (cozer e depois secar no forno, cortar em bocadinhos) – é barato e muito rico em proteínas e minerais como o ferro. Mais uma vez óptimo para enriquecer qualquer tipo de alimentação.

5. Atum ou sardinhas – os cães adoram e é uma excelente fonte de ómega 3, que contribui para um bom pelo e é um poderoso anti-oxidante.

6. Ovo (cozido ou cru) – a clara é muito rica em albumina.


Here are some suggestions of alternatives to the tipical dog biscuit that you can give to your dog without contributing to the increase of weight:

1. Carrot sticks – the dog is entertained to gnaw, helps to clean the teeth and gums.

2. Meat (squares / strips of steak, cooked pieces / baked in the oven can give chicken, turkey, rabbit, cow, pork, boar, horse …) – are all excellent sources of protein, no fat or sugar, which in addition to making them super happy helps to balance the amount of protein in a poorer diet.

3. Fresh fruit (except grapes) – despite having some natural sugar (fructose) is an excellent source of vitamins, minerals and fiber.

4. Dehydrated viscera (bake and then bake in the oven, cut in small pieces) – is cheap and very rich in proteins and minerals like iron. Once again great for enriching any kind of food.

5. Tuna or sardines – dogs love it and it is an excellent source of omega 3, which contributes to good hair and is a powerful anti-oxidant.

6. Egg (cooked or raw) – clear is very rich in albumin.


Fotografia | Photography: Rute Leonardo // Photography & Video
Modelo | Model: Peter Pan (que provou e aprovou todas estas sugestões! | who proved and approved all these suggestions!)

Dia Mundial do Cão | World’s Dog Day

No Dia Mundial do Cão a Kiara mostra que não são só os animais selvagens que invadem os fotógrafos e são engraçados!


On World Dog Day Kiara shows that it’s not just wild animals that invade photographers and are funny!


Fotografia | Photography: @toomuttslove 
Modelo | Model: #kiarapower

Ico & Poppy

2 dias – 6 meses (feitos hoje! Parabéns gorda da mãe)

Vão crescer juntos e aprender um com o outro tudo sobre Limites , respeito, amor e (por fim) brincadeira.

(A Poppy não tinha 6 meses quando tirou aquela fotografia…)


2 days – 6 months 

They will grow up together and learn from each other all about Limits, respect, love and (finally) play.

Cães, bebés e crianças | Dogs, todlers and kids

Ao contrário do que a maioria pensa, a relação cão-bebé está longe de ser fácil e instintiva, existem algumas excepções, mas é imprescindível ter muito cuidado quando fazemos estas combinações. 
Os acidentes acontecem, e muitas vezes até sem agressividade, no entanto um bebé é extremamente frágil e um cão é normalmente brincalhão! 

Ficam algumas sugestões para lidar com estas “duplas”, mas nada melhor que consultar um treinador responsável e experiente que avalie o cão e ajude a fazer esta integração da melhor maneira possível.


Contrary to what most people think, the dog-baby relationship is far from easy and instinctive, there are some exceptions, but it is imperative to be very careful when making these combinations.

Accidents happen, and often even without aggression, however a baby is extremely fragile and a dog is usually playful!

There are some suggestions for dealing with these “doubles”, but nothing better than consulting a responsible and experienced trainer who evaluates the dog and helps to make this integration in the best possible way.

Mexilhão | Mussel

O mexilhão é um alimento extremamente rico em iodo, ácidos gordos, manganésio e vitamina D, pelo que é uma óptima forma de melhorar a qualidade da alimentação do seu cão.
Alguns estudos apontam para bons resultados na prevenção do cancro!

Pode ser fresco (ideal) mas também congelado ou enlatado (em água ou azeite, e bem lavado).

A dose recomendada para um cão adulto saudável com 20kg são 2 mexilhões por dia (a acrescentar à alimentação natural ou à ração).


Mussel is a food extremely rich in iodine, fatty acids, manganese and vitamin D, so it is a great way to improve the quality of your dog’s food.

Some studies point to good results in cancer prevention!It can be fresh (ideal) but also frozen or canned (in water or olive oil, and well washed).

The recommended dosage for a 20kg healthy adult dog is 2 mussels per day (added to natural or kibble).

Espargos | Aspargus

Estudos mostram que a adição de espargos à alimentação do cão tem inúmeros benefícios, independentemente deste fazer uma alimentação natural ou ração. 

Os espargos têm uma elevada quantidade de fibras que funciona como prebiotico, mediando os valores de insulina no sangue e acelerando a velocidade do transito gastrointestinal.

Vários estudos apontam também que ao reduzir o pico de glicémia (açúcar no sangue) este alimento actua na prevenção do cancro.
https://link.springer.com/article/10.1007/s13277-013-1464-x
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8569244

A recomendação, para um cão adulto com mais de 10kg e saudável, ou com “apenas” excesso de peso, sem outras condições clínicas associadas, será garantir 20g de espargos na composição do prato de alimentação natural ou no caso da ração, retirar cerca de 20g da mesma e substituir pela mesma quantidade de espargos.

Caso o cão tenha menos de 10kg a quantidade de espargos deverá ser calculada em função do seu peso. Caso o cão já tenha alguma patologia presente por favor consulte um médico veterinário ou nutricionista canino antes de fazer esta alteração.


Studies show that adding asparagus to dog food has numerous benefits regardless of whether making a natural feed or kibble.

Asparagus has a high amount of fibers that functions as a prebiotic, mediating blood insulin values ​​and accelerating the rate of gastrointestinal transit.

Several studies also point out that by reducing peak blood sugar (glycemia) this food acts to prevent cancer.

https://link.springer.com/article/10.1007/s13277-013-1464-x

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8569244

The recommendation, for an adult dog weighing more than 10kg and healthy, or “only” overweight, but with no other associated clinical conditions, is 20g of asparagus in the composition of the natural feeding dish or in the case of kibble, remove about 20g and replace with the same amount of asparagus.

If the dog has less than 10kg the amount of asparagus should be calculated according to its weight. If the dog already has some pathology present please talk to your vet or dog nutritionist before making this change.

Bolacha Maria | Maria Cookie

Como bons portugueses que somos, vemos no acto de dar comida (seja ela qual for) uma forma de mostrar amor. No entanto, é fundamental compreendermos que muitas vezes estamos a prejudicar seriamente a saúde do cão ao dar-lhe determinados alimentos.
Antes demais, devemos ter em atenção que se há cães obesos, salvo determinadas condições clínicas, a culpa é “nossa” somos nós que escolhemos e fornecemos a sua alimentação, tanto a nível de quantidade como de qualidade.
A obesidade é uma doença grave e preocupante, que tal como nos humanos, tem vindo a aumentar nos cães. O excesso de peso está associado a várias doenças crónicas, como a Diabetes Mellitus (que implica a injecção de insulina duas vezes por dia bem como um controlo sério da alimentação), cardiopatias (que implica novamente aumento de custos veterinários e medicação), problemas osteo-articulares (idem), dificuldades respiratórias e obviamente uma diminuição da qualidade de vida e uma morte precoce.

Este é o rotulo de uma embalagem de bolachas Maria, se virem a lista de ingredientes poderão perceber que nenhum dos ingredientes tem qualquer interesse nutricional para o cão. E tem uma quantidade de açúcar absolutamente criminosa.

Os cães não devem consumir açúcar de todo, está estudado que além de lhes retirar o faro, estragar os dentes e contribuir para o excesso de peso, é um enorme contribuidor para o aparecimento e desenvolvimento de tumores. 

Os cães gostam de comida mas gostam mais ainda de ter saúde, de não precisarem de ir ao veterinário ou de tomar medicação. 
Podemos sempre (e devemos) dar atenção, festas, passeios e brincadeiras! 


As good Portuguese, we see in the act of giving food (whatever it is) a way of showing love. However, it’s critical to realize that we are often seriously damaging owr dog’s health by giving him certain foods.

We must bear in mind that if there are obese dogs, unless certain clinical conditions, it’s “our” fault. We are the ones who choose and provide their food, both in quantity and quality.

Obesity is a serious and worrying disease, which as in humans, has been increasing in dogs. Overweight is associated with a number of chronic diseases, such as Diabetes Mellitus (which involves twice-daily insulin injection as well as serious food control), heart disease and osteo-articular disease (which again leads to increased veterinary costs and medication), breathing difficulties and obviously a decrease in the quality of life and an early death.

This is the label of a pack of Maria Cookies, if you check the ingredients list you may realize that none of the ingredients has any nutritional interest for a dog. And it has an absolutely criminal amount of sugar.

Dogs should not consume sugar at all, it is studied that besides removing the smell, ruining the teeth and contribute to being overweight, is a huge contributor to the appearance and development of tumors.

Dogs love food but still like being healthy, not having to go to the vet or taking medication. We can always (and should) play with them, go for a walk or training.

Polite Poppy

Cães educados também sabem estar sentados à mesa! 

Educated dogs also know how to be seated at the table!

Alimentos & obesidade | Food & pet obesity

Estudos mostram que a adição de feijão verde à alimentação do cão tem inúmeros benefícios, independentemente deste fazer uma alimentação natural ou ração. 

O feijão verde tem baixo índice calórico e glicémico, mas é rico em fibras pelo que dá bastante saciedade, tornando-o um bom aliado na perda de peso.

A recomendação, para um cão adulto com mais de 10kg e saudável, ou com “apenas” excesso de peso, sem outras condições clínicas associadas, será garantir 20g de feijão verde na composição do prato ou retirar cerca de 20g de ração e substituir pela mesma quantidade de feijão verde.

Caso o cão tenha um peso inferior a 10kg a quantidade de feijão verde deverá ser calculada em função do peso e caso o cão já tenha alguma patologia presente por favor consulte um médico veterinário ou nutricionista canino antes de fazer esta alteração.


Studies show that adding green beans to dog food has countless benefits regardless of whether making a natural feed or ration.

Green beans have a low caloric and glycemic index, but it is rich in fiber and therefore provides plenty of satiety, making it a good ally in weight loss.

The recommendation, for an adult dog weighing more than 10kg and healthy, or “just” overweight, without other associated clinical conditions, will guarantee 20g of green beans in the composition of the dish or remove about 20g of feed and replace it with the same amount of green beans.

If the dog weighs less than 10kg the amount of green beans should be calculated according to the weight and in case the dog already has some pathology present please consult a veterinarian or canine nutritionist before making this change.

Confiança | Trust

Não há melhor descanso que saber que o nosso cão está bem entregue na nossa ausência.
Com alguém que a conhece e lhe dá tudo o que ela precisa. E ainda por cima com irmãos para brincar, pais, tios e avô para educar!

Obrigada❤️❤️❤️


There is no better rest than knowing that our dog is well delivered in our absence.

With someone who knows her and gives her everything she needs. And with siblings to play with, parents, uncles and grandfathers to educate!

Thank you


Hostel Dogs And Cats – Edgar Loreti

Perder peso | weight loss

Respondendo às várias mensagens que recebi a perguntar o que poderá ser feito para fazer o cão perder peso…
Existem algumas sugestões muito simples e generalistas que podem ser aplicadas a todos os cães. 
Adequações alimentares específicas podem e devem ser feitas a titulo individual em consulta.

1 – Aumentar a actividade física! Hoje em dia os cães passam muitas horas em casa fechados sem nada para fazer… Aproveite o bom tempo para levar o seu cão a fazer caminhadas! Se não tem tempo, inscreva-o numa boa creche (já demos algumas referências anteriormente) ou arranje um dogwalker.
ACREDITE QUE SAI MAIS BARATO DO QUE A CONTA DO MÉDICO VETERINÁRIO!

2 – Faça o seu cão “trabalhar” pela comida. Não a deite simplesmente na taça… Existem muitas alternativas!!

DOGS & FUN – TOYSOutro tipo de dispensador de comida são os Wobler, neste caso também da @kongcompany. A Nina Ottosson também tem uns óptimos.Mais uma vez são uma óptima forma para entreter os cães entretidos quando ficam sozinhos e que os estimulam física e mentalmente.#dog #dogs #cão #cães #happydog #canineenrichement #healthydog #comidacaseiraparacão #healthydogfood #dogtoys #cãesdeportugal #malinois #malinoisloreti #kong

Publicado por Ruff Dog em Quinta-feira, 31 de maio de 2018

3 – Pese a comida que lhe dá. Não use os copos medidores, nem muito menos “o olho”. Está estudado que tendencialmente damos mais comida ao cão do que aquilo que é recomendado, em média até 15% a mais!


Responding to the various messages I received asking what could be done to make the dog lose weight …There are some very simple and general suggestions that can be applied to all dogs.

Specific dietary requirements can and should be done individually for consultation.

1 – Increase physical activity! Nowadays dogs spend many hours at home with nothing to do … Enjoy the good weather to take your dog for walks! If you do not have the time, enroll him in a good daycare (we have given some references before) or get a dogwalker.BELIEVE YOU LEAVE CHEAPER THAN THE VETERINARY DOCTOR’S ACCOUNT!

2 – Have your dog “work” for food. Do not simply pour it into the bowl … There are many alternatives !!

DOGS & FUN – TOYSOutro tipo de dispensador de comida são os Wobler, neste caso também da @kongcompany. A Nina Ottosson também tem uns óptimos.Mais uma vez são uma óptima forma para entreter os cães entretidos quando ficam sozinhos e que os estimulam física e mentalmente.#dog #dogs #cão #cães #happydog #canineenrichement #healthydog #comidacaseiraparacão #healthydogfood #dogtoys #cãesdeportugal #malinois #malinoisloreti #kong

Publicado por Ruff Dog em Quinta-feira, 31 de maio de 2018

3 – Despite the food it gives you. Do not use the measuring cups, much less the “eye”. It has been studied that we tend to give more food to the dog than what is recommended, on average up to 15% more!

Obesidade no cão | Dog Obesity

O número de cães com excesso de peso e obesidade está a aumentar a uma enorme velocidade por todo o mundo e Portugal acompanha a tendência. Apesar de não haver dados definitivos, estima-se que mais de 40% dos cães têm excesso de peso ou obesidade.

A obesidade é a acumulação excessiva de gordura no organismo causada, normalmente, pelo desequilíbrio entre o consumo energético (muita quantidade de alimento ou com muitas calorias) e o gasto energético (falta de atividade física). As calorias ingeridas que não são gastas armazenam-se sob a forma de gordura, levando ao aumento de peso e a alterações na composição corporal do animal.

O excesso de peso e obesidade não é só um problema estético, mas sim o aparecimento de doenças cardiovasculares, diabetes (que no cão são sempre insulinodependentes), artrites e outras inflamações, cancro, dificuldade na locomoção, entre muitas outras, tudo isto leva a um aumento da comorbilidade e mortalidade no cão e uma enorme redução na qualidade de vida.

E lembre-se de uma coisa muito importante… “Pet obesity is a people problem, not a pet problem!”
Sabem porquê ? Porque o cão come aquilo que lhe damos. Ponto. Tanto em quantidade como em qualidade.
E o ocasional assalto à cozinha ou ao jantar não é desculpa. Não é isso que torna o cão obeso.


The number of overweight and obese dogs is increasing at a tremendous rate all over the world and Portugal is following the trend. Although there is no definitive data, it is estimated that more than 40% of dogs are overweight or obese.

Obesity is the excessive accumulation of fat in the body usually caused by the imbalance between energy consumption (too much food or too many calories) and energy expenditure (lack of physical activity). Ingested calories that are not spent store themselves in the form of fat, leading to weight gain and changes in the body composition of the animal.

Overweight and obesity is not only an aesthetic problem, but also the appearance of cardiovascular diseases, diabetes (which in dogs are always insulin-dependent), arthritis and other inflammations, cancer, difficulty in locomotion, among others. an increase in comorbidity and mortality in dogs and a huge reduction in quality of life.

And remember one very important thing … “Pet obesity is a people problem, not a pet problem!”Do you know why? Because the dog eats what we give him. Score. Both quantity and quality. The occasional kitchen or dinner robbery is no excuse. That’s not what makes a dog obese.

Falando de raças e fenótipos, os criadores seleccionam as características que melhor vendem. 
Ambos os cães da fotografia são Bulldogues Franceses, raça pura de dois criadores diferentes.
Estranhamente em Portugal o comum é vermos exemplares iguais aos da esquerda. Tipicamente animais com problemas respiratórios graves (entre outros).
Fica a dúvida: Porquê ?!?

“Two very different French Bulldogs. Yes, the dog on the right *is* purebred, showing what you can do in just a couple of generations if you actively select for a more moderate phenotype..

The dog on the left is Arnie, owned by Heather Hanna. The dog on the right was bred by Chantal van Kruining.

Which one do you find the most appealing?”


Speaking of breeds and phenotypes, breeders select the characteristics that best sell.Both dogs of the photograph are French Bulldogs, pure breed of two different breeders. Strangely in Portugal the common thing is to see exemplars equal to those of the left. Typically animals with severe respiratory problems (among others). The question remains: Why?!?

“Two very different French Bulldogs. Yes, the dog on the right *is* purebred, showing what you can do in just a couple of generations if you actively select for a more moderate phenotype..

The dog on the left is Arnie, owned by Heather Hanna. The dog on the right was bred by Chantal van Kruining.

Which one do you find the most appealing?”



Cão nas ferias | Dog on holidays

Um cão educado e treinado é uma óptima companhia para (quase) tudo!
Independentemente da raça e tamanho até conseguem faz desportos aquáticos !!
O @kimbo.staffy acompanha os donos nas férias! 
Quem leva o cão de férias ? O que faz com ele?


An educated and trained dog is a great company for (almost) everything!Regardless of the breed and size they even manage to do water sports !!

@ Kimbo.staffy goes with the owners on vacation!

Who takes the dog on vacation? What do you do with it?

Massagem Cardíaca | CPR

CPR – Cardiopulmonary Resuscitation
Em português conhecido como massagem cardíaca.
Sabe fazer ?
Pode ajudar a salvar uma vida!

1. Encontre uma superfície lisa e deite o cão sobre o seu lado direito.
2. Coloque a palma das suas mãos nas costelas do cão sobre o seu coração.
(cães pequenos, cachorros e braquicefálicos têm técnicas diferentes para esta massagem, peça ajuda ao seu médico veterinário)
3. Pressione até 1/3 a 1/4 do corpo, 100 a 120 vezes por minuto (é muito cansativo! tente pedir ajuda!!)
4. A cada 30 compressões, feche bem a boca do cão e sopre 2 vezes pelo nariz.
5. Repita os passos 3 e 4 até o cão responder ou chegar a um médico veterinário.

Leve SEMPRE o cão ao médico veterinário após uma situação extrema como esta, mesmo que o cão pareça “bem”.


CPR – Cardiopulmonary Resuscitation

Knowshow to do it? It can help save a life!

1. Find a smooth surface and place the dog on its right side.

2. Place the palm of your hands on the dog’s ribs over your heart. (small dogs, dogs and brachycephalic have different techniques for this massage, ask your veterinarian for help)

3. Press up to 1/3 to 1/4 of the body, 100 to 120 times a minute (it’s very tiring! Try asking for help !!)

4. With every 30 compressions, close the dog’s mouth thoroughly and blow 2 times through the nose.

5. Repeat steps 3 and 4 until the dog responds or reaches a veterinarian.

ALWAYS take the dog to the veterinarian after an extreme situation like this, even if the dog “looks well”.

Carpal Pad

Nas patas da frente dos nossos cães, existe a almofada carpal (carpal pad), está ao nível do “punho” do cão, não tem nenhuma unha associada, e serve para ajudar o cão a equilibrar-se em terrenos/áreas acidentadas, escorregadias, ingremes, etc. E para “travagens” mais bruscas.
Por vezes esta almofada sofre uma lesão, quando isto acontece geralmente o cão mostra alguns sinais de desconforto como levantar a pata quando está em pé, a claudicação durante a marcha, ou lambendo quando está deitado. 
As causas mais comuns para esta lesão são os cortes, as queimaduras (alcatrão quente, quimicos, gelo/neve…) e as praganas. Outras causas, apesar de menos comuns, são as alergias, as algumas doenças auto-imunes e as deficiencias nutricionais.
O que fazer caso detecte uma lesão por corte ou pragana ?
1. Inspeccione a almofada a procura de ferimentos,
2. Lave a pata com água corrente e remova eventuais detritos
3. Desinfecte a pata com um anti-septico
4. Se houver sangramento, aplique com uma compressa pressão durante 10 minutos para o sangramento parar (resista à tentação de espreitar a cada dois minutos para ver se já parou, dê tempo ao organismo para actuar)
5. Pode utilizar cremes cicatrizantes como o be-phantene mas evite que o cão lamba até o creme ser absorvido.

Consulte um médico veterinário para confirmar que a causa da lesão ficou resolvida e eventualmente ligar a zona se for preciso. Não recomendo que faça o penso sozinho a menos que tenha algum curso de primeiros socorros, porque a pressão a mais pode causar problemas graves. Caso seja feito penso, ele deve ser aberto e refeito diáriamente.
Caso a lesão seja por queimadura, lavar imediatamente com água corrente e abundante e levar ao médico veterinário. 


On the front paws of our dogs, there is the carpal pad, it is at the level of the dog’s “fist”, it has no associated nail, and serves to help the dog balance in uneven, slippery terrain / areas , income, etc. And for more “braking”.Sometimes this cushion suffers an injury, when this happens the dog usually shows some signs of discomfort such as raising the paw when standing, claudication during gait, or licking when lying down.The most common causes for this injury are cuts, burns (hot tar, chemicals, ice / snow …) and the corns. Other causes, though less common, are allergies, some autoimmune diseases, and nutritional deficiencies.

What to do if you notice a cut or chafer injury?

1. Inspect the cushion for personal injury,

2. Wash the foot with running water and remove any debris

3. Disinfect the paw with an antiseptic

4. If there is bleeding, apply with a compress pressure for 10 minutes for the bleeding to stop (resist the temptation to peek every two minutes to see if it has stopped, give the body time to act)

5. You can use healing creams like be-phantene but prevent the dog lick until the cream is absorbed.

Consult a veterinarian to confirm that the cause of the injury has been resolved and, if necessary, to switch on the area. I do not recommend that you do the dressing yourself unless you have some first aid course because too much pressure can cause serious problems. If it is done, it should be opened and redone daily.If the injury is by burning, wash immediately with plenty of running water and take it to the veterinarian

Prato do dia | Today’s food

Hoje este foi o prato do dia:
Fígado de cabra
Coração de novilho
Peito de peru
Alface
Couve coração
Brócolos 
Arroz
Omega-3
Casca de ovo desidratada

Quem por aí faz alimentação natural ?


Today this was the dish of the day: Goat’s liver, Heifer heart, Turkey breast, Lettuce, Cabbage, Broccoli, Rice, Omega 3 and Dehydrated egg shell.

Who out there makes natural food?

Tug

Por vezes o melhor brinquedo é o mais simples… neste caso: uma corda! 

Esta brincadeira dura há dias, entre os 3!


Sometimes the best toy is the simplest … in this case: a rope!

This play lasts for days, among the 3! 

Dentição Canina | Canine dentition

Os cachorros vêm com dentes de leite que algures caem (e desaparecem!) e surgem os dentes definitivos. Muitas vezes isto é um fenómeno que passa despercebido há maioria dos donos, noutros casos é motivo de preocupação demasiada.

A Dra. Ana Margarida Santos, directora clínica da Clinica Veterinária João XXI de Algés, esclarece-nos como tudo acontece.

“Os dentes são extraordinariamente necessários e úteis. Servem para mastigar a comida e transformá-la num bolo alimentar que permite ao tubo digestivo fazer o seu trabalho de aproveitar a energia dos alimentos pelo corpo.

Ao longo da evolução a dentição sofreu muitas alterações. Os vertebrados mais antigos como peixes e répteis ainda exibem hoje em dia as dentições mais simples: têm os dentes todos iguais e vão caindo e crescendo ao longo da vida. Nos mamíferos já há dentes mais especializados que se adequam uns aos outros dentro da boca para funcionar como uma máquina de precisão.

Os incisivos, dentes da frente, servem para cortar, por isso os coelhos têm aqueles grandes dentões da frente que lhes permitem cortar a erva. Os molares, os dentes mais largos que ficam atrás, servem para moer, amassar bem todos os alimentos mais ou menos rijos. Os caninos, que são os dentes maiores dos vampiros, servem para rasgar, e são espencialmente desenvolvidos nos carnívoros que têm que caçar as suas presas.

As várias espécies de mamíferos adaptaram-se de diferentes formas para conseguir utilizar os dentes ao longo das suas vidas. Os elefantes por exemplo, que desgastam muito os dentes ao ingerir e mastigar vegetais muito fibrosos, trocam os seus molares seis vezes ao longo da vida. Vão desgastando, caindo e sendo substituidos como a lagarta de um tanque. Os pequenos roedores em vez de trocar de dentes têm dentes de crescimento permanente que vão repondo o dente à medida que se gasta.

Os cães, bem como os gatos e até os humanos, têm uma dentição transitória que também se chama “de leite” ou decídua antes da dentição permanente ou definitiva. Tal acontece porque as mandíbulas dos jovens são demasiado pequenas para acomodar os dentes permanentes mas há necessidade de dentes numa fase ainda de crescimento para poderem comer alimentos sólidos. Os dentes de leite também são importantes para manter o espaço na boca para os dentes definitivos e para servir de guia para a erupção destes.

Quando o cachorro nasce não tem dentes até às 2 semanas. Os primeiros dentes a nascer são os incisivos, que errompem entre as 2 e as 4 semanas de vida. Há 6 superiores e 6 inferiores. Entre as 3-6 semanas aparecem também os molares. São 3 de cada lado em cima e em baixo. Os últimos a aparecer são os caninos que normalmente deverão ser visíveis às 8 semanas. A dentição de leite é composta por 28 dentes.

Entre as 12-16 semanas começam a irromper os dentes definitivos e os dentes de leite caem. Este processo termina por volta dos 6 meses e até aos 8 meses toda a dentição definitiva deve estar completamente desenvolvida e os dentes de leite devem ter caído. A dentição permanente é composta por 42 dentes: 6 incisivos superiores, 6 inferiores; 4 pré-molares superiores e inferiores de cada lado, 2 molares superiores de cada lado e 3 molares inferiores de cada lado. E claro os 4 grandes caninos, 2 em cima e 2 em baixo. 

Durante este período da mudança de dentição é normal que os cachorros tenham mais necessidade de roer e devem ser proporcionadas formas seguras e desejáveis como brinquedos apropriados para evitar estragos nos chinelos e pernas da mesa…

Este processo normalmente decorre sem complicações na maioria dos cachorros, mas podem surgir alguns problemas que necessitam cuidados médicos. Ocasionalmente surgem fraturas dos dentes de leite que devem ser removidos para evitar abcessos da raiz e prejudicar os dentes definitivos.

Mais frequentemente surge persistência dos dentes de leite que podem não cair até depois dos 6 meses. As raças miniatura como Yorkshire, Chihuahua e Bichon parecem ser particularmente afetadas e muitas vezes é necessária a remoção com anestesia geral para não prejudicar o crescimento dos dentes permanentes e evitar danos na dentição definitiva.”


The dogs come with milk teeth that somehow fall (and disappear!) and the definitive teeth appear. Often this is a phenomenon that goes unnoticed by most owners, in other cases it is cause for concern too much.

Dr. Ana Margarida Santos, clinical director of the Veterinary Clinic João XXI de Algés, clarifies how everything happens.

“Teeth are extraordinarily necessary and useful. They serve to chew the food and transform it into a food cake that allows the digestive tract to do its job of harnessing the energy of food through the body.

Throughout the evolution the dentition has undergone many changes. Older vertebrates such as fish and reptiles still exhibit the simplest dentitions: they have all the same teeth and they are falling and growing throughout life. In mammals there are already more specialized teeth that fit each other inside the mouth to function as a precision machine.

The incisors, front teeth, serve to cut, so the rabbits have those large front teeth that allow them to cut the grass. The molars, the wider teeth that are behind, serve to grind, knead well all the more or less hard foods. Canines, which are the largest teeth of vampires, serve to tear, and are spiritually developed in the carnivores that have to hunt their prey.

The various species of mammals have adapted in different ways to be able to use their teeth throughout their lives. Elephants, for example, who wear their teeth a lot when ingested and chew on very fibrous vegetables, swap their molars six times throughout their lives. They are wearing, falling and being replaced like the caterpillar of a tank. Small rodents instead of changing teeth have permanent growth teeth that replenish the tooth as it spends.

Dogs, as well as cats and even humans, have a transient dentition that is also called “milk” or deciduous before permanent or definitive dentition. This is because the jaws of the young are too small to accommodate the permanent teeth but there is a need for teeth in a still growing stage to be able to eat solid foods. Milk teeth are also important to keep the space in the mouth for the definitive teeth and to serve as a guide for the eruption of these.

When the dog is born it has no teeth until 2 weeks. The first teeth to be born are the incisors, which erupt between 2 and 4 weeks of age. There are 6 upper and 6 lower. Between the 3-6 weeks molars also appear. They are 3 on each side on top and bottom. The last to appear are the canines that normally should be visible at 8 weeks. The milk dentition is composed of 28 teeth.Between the 12-16 weeks the definitive teeth erupt and the milk teeth fall. This process ends at about 6 months and up to 8 months the entire permanent dentition must be fully developed and the milk teeth must have fallen. The permanent dentition consists of 42 teeth: 6 upper incisors, 6 lower; 4 upper and lower premolars on each side, 2 upper molars on each side and 3 lower molars on each side. And of course the 4 big canines, 2 on top and 2 on bottom.

During this period of change of dentition it is normal for dogs to have more need to gnaw and safe and desirable forms should be provided as appropriate toys to avoid havoc on table slippers and legs …

This process usually runs smoothly in most dogs, but there may be some problems that need medical attention. Occasionally there are fractures of milk teeth that must be removed to avoid root abscesses and damage the definitive teeth.

More often, persistence of milk teeth which may not fall until after 6 months. Miniature breeds such as Yorkshire, Chihuahua and Bichon appear to be particularly affected and often need removal with general anesthesia so as not to impair the growth of permanent teeth and prevent damage to the final dentition.

Para marcação de consulta | To book an appointment
www.clinicaveterinaria.com.pt/

Dog Friendly

Cada vez mais há espaços comerciais que permitem a entrada de animais de companhia.
Ontem visitamos o Centro Comercial Alegro Alfragide !

Conhecem mais espaços?? Partilhem connosco !


More and more there are commercial spaces that allow the entrance of pets.

Yesterday we visited the Alegro Alfragide Shopping Center!

Do you know more places ?? Share with us!

Apport

Dia de treino de Apport

Fotografias com 3 meses de diferença 
Super Poppy


Training day – Apport

Photos 3 months apart

Super Poppy

Treinar desde cedo | Early training

Feliz e orgulhosa por pertencer a esta família!

Agradecida pela oportunidade de fazer crescer esta miúda que com apenas 4 meses me surpreende todos os dias!

Feliz, orgulhosa e agradecida por ter o privilégio de treinar com os melhores do mundo – Patrycja Kowalczyk e Edgar Loreti 

Muito obrigada por tudo ❤️ 


Happy and proud to belong to this family!

Thankful for the opportunity to grow this girl who with only 4 months surprises me every day!

Happy, proud and grateful to have the privilege of training with the best in the world – Patrycja Kowalczyk and Edgar Loreti

Thank you for everything 

Bom dia para quem ainda está a tomar o pequeno almoço, e compreende “esta dor”.


Good morning to anyone who is still having breakfast, and understands “this pain”

Golpe de calor | Heat Stroke

Aproveite o domingo e leve os seus cães a passear MAS evite as horas de maior calor e procure passear em zonas com sombras e água, de forma a que eles se possam refrescar! Não se esqueça de levar água fresca para ir oferecendo ao longo do caminho.

Lembre-se que os cães não têm glândulas sudoríparas no corpo como nós humanos, a sua forma de regular a temperatura corporal é principalmente através da boca (respiração) e apenas transpira através das patas. 

Especial atenção a cães braquicefálicos (boxer, buldogues, pug…) cuja respiração é menos eficaz, dificultando mais ainda o arrefecimento.

O Golpe de calor, causado por um aumento da temperatura corporal, pode provocar a falha múltipla orgânica e levar à morte, pelo que é considerada uma EMERGÊNCIA MÉDICA.

SINAIS DE ALERTA: Respiração ofegante, salivação excessiva, pele seca e quente, aumento do batimento cardíaco, agitação e ansiedade e a não resposta aos estímulos. 
Evoluindo os sintomas para vómitos e diarreia, tremores e descoordenação motora, e por fim convulsões e coma.

O que fazer caso suspeite de um golpe de calor?
Leve-o ao médico veterinário IMEDIATAMENTE.
Pode oferecer água em pequenas quantidades ou molhar a boca.
No caminho, pulverize o animal com água fresca (20ºC – nunca inferior pois a água fria pode causar vaso constrição dificultando o arrefecimento). Para o transporte ligue o ar condicionado no máximo ou abra os vidros todos de forma a circular o ar.

Em dias quentes NUNCA DEIXE O CÃO EM ESPAÇOS FECHADOS sem circulação de ar nem ao sol.


Enjoy Sunday and take your dogs for a walk BUT avoid the hottest hours and try to walk in shaded areas and water, so they can cool off! Do not forget to bring fresh water to go along offering along the way.

Remember that dogs do not have sweat glands in the body like we humans, their way of regulating body temperature is mainly through the mouth (breathing) and just sweats through the paws.

Special attention to brachycephalic dogs (boxer, bulldog, pug …) whose respiration is less effective, making it even more difficult to cool.

Heat stroke, caused by an increase in body temperature, can cause multiple organic failure and lead to death, so it is considered a MEDICAL EMERGENCY.

ALERT SIGNS: Breathing breath, excessive salivation, dry and hot skin, increased heart rate, agitation and anxiety, and non-response to stimuli. Evolving the symptoms for vomiting and diarrhea, tremors and motor incoordination, and finally seizures and coma.

What to do if you suspect a heat stroke?

Take it to the veterinarian IMMEDIATELY.It can give water in small amounts or wet the mouth. On the way, spray the animal with fresh water (20ºC – never lower because the cold water can cause constriction vessel making it difficult to cool). For transport, turn on the air conditioning at the maximum or open the windows all in order to circulate the air.

On hot days NEVER LEAVE THE DOG IN CLOSED SPACES without air circulation nor in the sun.

Modelo | Model: Pyro – SweetPet @sweetpetgang 

Carraças | Ticks

Continuando a desenvolver o tema da importância da desparasitação externa, hoje falamos sobre carraças.

Atenção que a querida Nai – a cadela linda da fotografia – não tem nenhuma!!

“Hoje irei falar acerca de outro parasita externo, a carraça. Tal como as pulgas, também as carraças se alimentam de sangue, não apenas do cão mas de outros tantos mamíferos. É por serem importantes transmissores de doenças que merecem toda a nossa atenção. São parasitas que preferem os meses mais quentes de verão, mas que em climas amenos poderão estar presentes durante todo o ano. 
Com certeza já ouviu falar na febre da carraça. Esta doença é provocada por um ou vários microrganismos que a carraça inocula no sangue do hospedeiro quando se alimenta do seu sangue. Leu bem, sim, hospedeiro. Isto porque mesmo o Homem pode vir a sofrer desta condição se for mordido por uma carraça, sendo por isso considerado um assunto de Saúde Pública. 
Maioritariamente as carraças infectam o cão com outros parasitas, como é o caso da Babesia, ou com bactérias, como exemplo a Rickettsia ou a Erlichia. Obviamente que nem todas as carraças irão transmitir estes microrganismos, pois para isso, terão de ter mordido um outro animal infectado para poderem ser portadores destas bactérias e/ou parasitas.
Sabia que para se alimentar, a carraça injecta saliva com propriedades anticoagulantes no hospedeiro, permitindo assim uma alimentação constante do sangue deste? É também deste modo que que vai transmitir os agentes infeciosos no animal.
Estão descritas formas agudas, subagudas e crónicas da febre da carraça e a variabilidade dos sintomas está relacionada com diversos factores, como é o facto de existirem múltiplos agentes causadores desta doença, o próprio sistema imunitário do hospedeiro, outras doenças que possam surgir na mesma altura, etc.
Para um Médico Veterinário diagnosticar esta doença, terá de olhar para os sintomas descritos pelo dono e pela observação do animal na consulta, podendo muitas vezes haver febre, falta de apetite, prostração, perda de peso, mucosas pálidas, alterações oculares e até mesmo sintomatologia nervosa, sendo exemplo as convulsões ou alterações na locomoção. Haverá igualmente um historial de presença de carraças, mas o diagnóstico conclusivo envolve a detecção do agente através de análises sanguíneas enviadas para laboratórios específicos.
No que respeita ao tratamento, são notórias as melhorias após 48 a 72 horas do inicio da medicação, apesar do prognóstico não ser tão favorável quando se trata animais com a forma crónica da doença. 
Sendo assim, sublinhamos a importância da prevenção desta doença, com a aplicação de produtos que previnem as mordidas das carraças. Aconselhamos vivamente a falar com o Médico Veterinário do seu patudo, pois é quem saberá certamente mais e melhor sobre como ajudar a impedir que estas situações ocorram. Existe igualmente uma vacina contra a Babesia mas a sua eficácia está um pouco limitada por envolver apenas um dos agentes desta doença. Contudo, não deixa de ser uma boa ferramenta para o combate à febre da carraça.
Não esquecer que se trata de uma zoonose, ou seja, uma doença que atinge tanto animais como o Homem. Não há qualquer problema em contactarmos com animais doentes, apenas temos é de estar precavidos para uma carraça não nos morder.”

Texto: Dr.ª Maria Horta E Costa
HVS-Hospital Veterinário Sintra

Fotografia: Whom Creative Studio – Samoa Kai the Super Mutt
Modelo: Nairobi (já foi adoptada!! Obrigada Camila Martins Fassi

Dia de ronha | Sleeping day

Nero (Mutt) e a Poppy (Malinois) estão a fazer gazeta… ninguém se levanta!


Nero (mutt) and Poppy (Malinois) decided it’s a sleeping day! no one get up!

Quiropratica | Chiropractic

É frequente conhecer cães que apresentam dores nos membros ou coluna mas que não reúnem, por diferentes motivos, as condições para uma intervenção cirúrgica e pensar em medicar um cão a longo prazo nem sempre faz sentido. Para esses casos existem algumas alternativas como a fisioterapia ou a quiroprática.

Zsuzsa Veres formou-se em Medicina Veterinária na Hungria em 2010. Concluiu o curso de Quiroprática Veterinária em 2014 na Alemanha, onde obteve com sucesso autorização para exercer a profissão internacionalmente.
Para além de Quiroprática veterinária, é também praticante de desportos caninos (maioritariamente Agility) desde 1997.
E explica-nos um pouco mais sobre este tipo de abordagem terapêutica.

“A quiroprática é uma forma de medicina complementar que enfatiza o diagnóstico, tratamento e prevenção de distúrbios mecânicos do sistema músculo-esquelético, focada principalmente na coluna vertebral.
O foco principal é a redução de mobilidade das vértebras e os efeitos que essas restrições têm sobre o sistema nervoso, e através dele, no corpo inteiro.
A quiroprática animal não tem por objectivo substituir a medicina veterinária tradicional. Trata-se de um método complementar que, quando usado em conjunto com bons cuidados veterinários convencionais, vai potenciar ao máximo os resultados em termos de melhorias tanto de performance como de qualidade de vida.

Quando deve recorrer à quiroprática?
Se o tratamento quiroprático parecer ser uma opção, ainda assim, é recomendado que o animal seja visto inicialmente pelo seu médico veterinário. Em muitos casos, é necessária a realização de raios X antes de iniciar o tratamento.

Em que consiste o tratamento?
O tratamento que tem como objectivo maximizar a mobilidade da coluna vertebral e optimizar a função do sistema nervoso, através da aplicação de ajustes que consistem numa terapia manual que restaura a mobilidade das articulações. 

Prevenção, performance e qualidade de vida
Prevenção (manutenção da forma física)
Cães de desporto e exposição (optimizar performance)
Pacientes geriátricos ( qualidade de vida)

Disfunções dos órgãos
Granuloma de lambedura
Incontinência (que pode ser agravada pela restrição de movimento nas articulações da coluna lombar)
Em alguns casos de infertilidade
Infeções recorrentes do ouvido
Infeções recorrentes das glândulas anais

Transtornos músculo-esqueléticos
Claudicação indefinida (pode ser causado por uma restrição de movimentos das articulações na coluna vertebral ou membros)
Condições crónicas com alterações articulares irreversíveis (artrose, displasia da anca, espondilite, etc.)
Espondilose (pode causar restrições na área “saudável” a coluna vertebral que pode levar a sintomas)
Síndrome da cauda Equina
Síndrome de vértebra cervical
Trauma espinhal e discopatiaestaura a mobilidade das articulações. “



It’s common to know dogs that have pain in the limbs or spine but that do not meet, for different reasons, the conditions for a surgical intervention and to think about medicating a dog in the long term does not always make sense. For these cases there are some alternatives such as physiotherapy or chiropractic.

Zsuzsa Veres graduated in Veterinary Medicine in Hungary in 2010. She completed the Veterinary Chiropractic course in 2014 in Germany, where she successfully obtained authorization to practice the profession internationally.

In addition to veterinary chiropractic, he has also been practicing canine sports (mostly Agility) since 1997.

And it explains us a little more about this type of therapeutic approach.”Chiropractic is a form of complementary medicine that emphasizes the diagnosis, treatment, and prevention of mechanical disorders of the musculoskeletal system, focused primarily on the spine.

The main focus is the reduction of mobility of the vertebrae and the effects that these restrictions have on the nervous system, and through it, in the whole body.Animal chiropractic is not intended to replace traditional veterinary medicine. It is a complementary method that, when used in conjunction with good conventional veterinary care, will maximize results in terms of both performance and quality of life improvements.

Should you take your dog to Chiropractic?

If chiropractic treatment appears to be an option, it is still recommended that the animal be seen initially by your veterinarian. In many cases, X-rays are necessary before starting treatment.

What is the treatment?

The treatment aims to maximize the mobility of the spine and optimize the function of the nervous system by applying adjustments that consist of a manual therapy that restores mobility of the joints.

“For appointments | 

Para marcação de consultas contactar | For appointment: 
vereszsuzs@gmail.com
https://www.facebook.com/zsuzsa.veres

Oscar

Meet Oscar !
Super border collie ❤️🐶

Owner and Photographer @adrianaamorete

Spirulina

As reações alérgicas podem ser resultado de um sistema imunitário desequilibrado, alguns estudos em animais mostram uma associação positiva entre o consumo de spirulina, o reforço do sistema imunitário e a redução das reações alérgicas. 

Resultados para um consumo de 1/4 de colher de sopa por dose de comida, são a recomendação de @rodneyhabib 

A spirulina é uma cianobacteria capaz de fazer fotossintese, é considerado um superalimento por ser extremamente rico em muitos micronutrientes. 


Allergic reactions may be a result of an imbalanced immune system, some animal studies show a positive association between spirulina consumption, boosting the immune system and reducing allergic reactions.

Results for a consumption of 1/4 tablespoon per serving of food are the recommendation of @rodneyhabib

Spirulina is a cyanobacteria capable of photosynthesis, it’s considered a superfood because it is extremely rich in many micronutrients.

Calor & Carros | Heat & car

Não deixe o seu cão num carro fechado com este calor. Seja ao sol seja a sombra. Em menos de 10 minutos a temperatura no carro pode subir mais de 10º C.


Do not leave your dog in a closed car in this heat.

Not in the sun neither in the shadow. In less than 10 minutes the temperature in the car can rise more than 10º C

Levar o cão para o trabalho | Take your dog to work

“Chili a trabalhador do ano!”

Gostamos de evolução, por isso partilhamos esta iniciativa com esperança que mais empresas sigam o exemplo!

Nestlé decidiu abrir os seus escritórios de Lisboa aos cães dos funcionários. Já há dois anos que os cães podiam circular no departamento da Purina, mas neste momento todo o edifício é Petfriendly (salvaguardando uma zona para os funcionários que não gostam ou têm medo de cães).
A melhor parte é que o fizeram com responsabilidade: os cães para frequentarem o escritório têm que fazer uma avaliação medico-veterinária e comportamental antes de começarem a acompanhar os donos. 


We like evolution, so we share this initiative with hope that more corporations follow the example!

Nestlé decided to open its offices in Lisbon to the employees’ dogs. Dogs have been allowed to circulate in the Purina department for two years now, but at this point the whole building is Petfriendly (safeguarding an area for employees who do not like or are afraid of dogs). The best part is that they have done it with responsibility: dogs to go to the office have to do a medical-veterinary and behavioral evaluation before start tracking the owners.


Good Job Nestlé Portugal !!

fotografia| Photography: @toomuttslove 

Super mutt

O sr. Lord diz que não quer saber se está a chover, exige um passeio na mesma!

The complete package: Super cão, enorme, descoordenado, muito sociável, pelo brutal (faz alimentação natural!!), mega treinado, cromo dos truques e com uma dona top! 


Mr. Lord says he doesn’t care if it’s raining, he demands a walk anyway!

The complete package: Super dog, huge, uncoordinated, very sociable, amazing fur (he’s on natural feed !!), very well trained, boss of dog tricks and with a top owner!

Fotografia | Photography: @toomuttslove 

Alcatrão quente | Hot Tar

Atenção! O calor chegou, não se esqueça de verificar a temperatura do alcatrão antes de passear o seu cão! Lembre-se que ele não usa chinelos nem tennis, e infelizmente os casos de queimaduras GRAVES nas almofadas das patas são frequentes.
Se vir o cão desconfortável, a procurar sombras e a sentar-se com as patas para cima, interrompa o passeio, e leve o cão para uma sombra. NÃO ande no alcatrão nem em placas metálicas que mais rapidamente atingem temperaturas elevadas.


Attention! The heat has come, be sure to check the tar temperature before you walk your dog! Remember that he does not wear flip-flops or sneakers, and unfortunately serious cases of foot burn are frequent.

If you see the dog uncomfortable, looking for shadows and sitting up with paws, stop the walk, and lead the dog into a shade. DO NOT walk on tar or on metal plates that more quickly reach high temperatures.

Sleeping positions contest

Cá por casa a poppy ganha sempre o concurso de posições estranhas a dormir… dizem que é algo típico de Malinois! 
Mas eu acredito que há estrelas de “sleeping positions” de todas as raças, tamanhos e feitios! Conhecem algum? Mostrem!!



In our home poppy always wins the contest of strange positions to sleep … some people say it’s typical Malinois! But I believe there are sleeping positions stars of all races, sizes and shapes!

Do you know any? Show them !!

Gelados para cão | Dog’s Ice cream

Sabem aquela geladaria espectacular que tem gelados para cães, em Torres Vedras?
AGORA ABRIU NA ERICEIRA!!!!!

Chama-se NUTWOOD,
fica na Travessa da Misericordia n. 6
e está aberta todos os dias!


Do you know that amazing ice cream shop that has ice cream for dogs in Torres Vedras?

NOW OPENED IN ERICEIRA !!!!!

It’s called NUTWOOD,

is at Travessa da Misericordia n. 6

and is open every day!

Cães & bebés e crianças | Dogs & Toddlers and childreen

A Pilar e o Bento vão explicar que a relação bebé/criança – cão nem sempre é fácil e óbvia.
Com as dicas de um treinador vamos ajudar a tornar a relação menos atribulada e complicada, mas SEMPRE com cuidado e supervisão!!


Pilar and Bento will explain that baby / child – dog relationship is not always easy and obvious.

With the tips of a dog trainer will help to make the relationship less troubled and complicated, but ALWAYS with care and supervision !!

Kikoia

A kikoia é uma border collie com cerca de 10 anos…
Sabem o que é que ela não tem? TÁRTARO


Kikoia is a Border Collie with about 10 years …

You know what she does not have? TARTAR on her teeth

Ir com o cão à praia | Take your dog to the beach

Será que é agora que o Verão chega ??
O Ghallie espera que sim! E nós também…

Durante a época balnear não é permitido por lei levar os cães às praias concessionadas em altura nenhuma do dia (Decreto-Lei 132/2015, de 09/07), existem no entanto algumas excepções, como é o caso de uma praia em Viana do Castelo e outra em Peniche.
Em praias não concessionadas, são vigiadas pela polícia municipal e desde que não exista sinalética especifica e um edital, podem entrar e permanecer cães.

Época balnear dura de 1 de Junho a 15 de Outubro.


Is it summer now?

Ghallie hopes so! And we too…

During the bathing season, it is not allowed by law to take dogs to the beaches that were granted at any time of the day (Decree-Law 132/2015, of 09/07), there are however some exceptions, such as a beach in Viana do Castle and another in Peniche.

In non-concessionary beaches, they are monitored by the municipal police and, as long as there is no specific sign and a public notice, dogs can enter and stay.

Beach season from 1 June to 15 October


Modelo | model:  @Ghallie.thebordercollie
Fotografia | Photography: @the8b_pack

Abacate | Avocado

Existe uma confusão generalizada em relação ao consumo de abacate…Muitas entidades dizem que os abacates são tóxicos para o cão. 
Será verdade ? NÃO!

É um mito… Este mito surgiu em 1984 com um estudo no qual cães consumiam abacate, MAS todo o abacate – folhas, caules, caroço e casca incluídos. A verdade é que nestas partes do abacate estão presentes elevadas quantidades de persina, uma substância tóxica para os cães. No entanto, na polpa do abacate existe apenas uma pequena quantidade de persina e vários estudos mostram que pequenas quantidades de persina são seguras e trazem, até, bastantes benefícios para a saúde do cão.

Sem falar que é uma excelente fonte de micronutrientes e ácidos gordos.

Resumindo: Sim pode dar, mas não abuse nas quantidades.


There is widespread misunderstanding regarding avocado consumption by dogs… Many entities say that avocados are toxic to the dog. Is it true? NO!

It’s a myth … This myth came in 1984 with a study in which dogs consumed avocado, but ALL avocado – leaves, stems, lump and bark included. The truth is that in these parts of the avocado are present high amounts of Persin, that is toxic to dogs. However, in the avocado pulp there is only a small amount of persin, and several studies show that small amounts of persin are safe and even bring a lot of other health benefits for the dog.

Not to mention that it is an excellent source of micronutrients and fatty acids.

In short: Yes you can, but do not abuse the quantities.

Excitação | Excitement

Frequentemente ao vermos um cão destrutivo, barulhento e muito irrequieto pensamos que aumentar a actividade física, de forma a “cansá-lo” é a solução… Os donos começam geralmente por levar o cão a grandes passeios e/ou a atirar a bola no parque durante horas, no entanto provavelmente o problema do cão é estar a ser pouco desafiado, regra geral os cães ficam em casa 8 a 12 horas (enquanto nós humanos trabalhamos, estudamos, fazemos as nossas rotinas) sem fazer nada.

Mas então qual o problema dos donos compensarem esse excesso de tempo quieto em casa com super corridas no parque? Excitação! Excitação descontrolada por longos períodos de tempo. Que tem algumas consequências:
1. O cão fica com elevados níveis de adrenalina e cortisol, que mascaram o seu cansaço e que o levam a apenas parar num estado de exaustão (muito após aquilo que ele realmente precisaria),
2. Um cão excitado e descontrolado não ouve nem obedece ao dono, o que por sua vez pode resultar em vários e diferentes tipos de acidentes,
3. Com este aumento de exercício, o cão fica cada vez com maior resistência física, cada vez mais forte fisicamente…. e no entanto o controle e a obediência…Nem por isso!

Um cão fica bastante mais cansado quando exercíta a cabeça ou o nariz (ou ambos). Por isso considere uma abordagem diferente… Pense em exercícios simples de controle e obediência que pode fazer com pouca excitação, mas (por exemplo) com distracções! Pequenos truques ou jogos. Isto pode ser mentalmente bastante cansativo para o cão.
Como fazer isto? Simples, no passeio com pessoas a passar peça alguns comandos simples, daqueles que o cão conhece perfeitamente! E não se esqueça de recompensar!!
Atenção que não são abordagens exclusivas! Pode (e deve!) deixar o cão brincar, correr e saltar! O cão deve ser exercitado fisicamente!! No entanto o complemento com uma actividade que exercite a parte mental do cão só trás vantagens! Por exemplo, corte uma corrida com outro cão com pequenos exercícios controlados (pode ser só um senta! Não tem que ser nada de extraordinário!). Se foi para o parque atirar bolas, guarde 5 minutos finais para um exercício mais calmo e controlado, como por exemplo um jogo de cheiros ou uma pequena sessão de truques.


Often when we see a destructive, noisy and very restless dog we think that increasing physical activity, in order to “tiring it out” is the solution … Owners usually start by taking the dog to great walks and / or throwing the ball in the park for hours, however probably the problem of the dog is being little challenged, usually dogs stay home from 8 to 12 hours (while we humans work, we study, we do our routines) doing nothing.

But what’s the problem of the owners making up for that quiet excess of time at home with super races in the park? Excitement! Uncontrolled excitement for long periods of time!

Which has some consequences:

1.Dog is left with high levels of adrenaline and cortisol, which masks his tiredness and leads him to only stop in a state of exhaustion (long after what he really would need),

2. An excited and uncontrolled dog does not hear or obey the owner, which in turn can result in several different types of accidents,

3. With this increase in exercise, your dog can become more and more physically strong, becoming stronger physically …. and yet control and obedience … Not really!

A dog gets a lot more tired when exercising the head or the nose (or both). So consider a different approach … Think of simple control and obedience exercises that you can do with little excitement, but (for example) with distractions! Little tricks or games. This can be mentally quite tiring for the dog.

How to do this? Simple, during your walk and when other people are passing by, ask some simple commands, that your shoore that your dog knows perfectly! And do not forget to reward !!

Please note that these are not exclusive approaches! It can (and should!) Let the dog play, run and jump! The dog must be physically exercised !! However the complement with an activity that exercises the mental part of the dog only brings advantages! For example, time out of a race with another dog and ask some small controlled exercises (it can be just a sit! It does not have to be anything extraordinary!). If you went to the park to through balls, save 5 final minutes for a more calm and controlled exercise, such as a sniff game or a small session of tricks.


mais informações | more information:  https://www.facebook.com/SpiritDogTrain/photos/a.219052868639851/261133791098425/?type=3&theater

Poppy & Kuma

Os cachorros devem permanecer junto da mãe e irmãos até as 10 semanas para aprenderem uma série de coisas como a comunicação e os limites.
Alguns têm a sorte de continuar a brincar e passear com os irmãos todas as semanas!!


Puppies should stay with their mother and liter up to 10 weeks to learn a number of things like communication and limits. Some are fortunate enough to continue to play and walk with the brothers every week !!


O seu cão tem microchip ? | Your dog has a microchip?

Serviço público.
É obrigatório todos os cães nascidos após 1 de Junho de 2008 estarem “chipados” ou seja, terem um microchip e o mesmo estar inserido na base de dados do SIRA.

Decreto-Lei: https://dre.pt/application/dir/pdf1s/2003/12/290A00/84408444.pdf

A SIRA – Serviço de identificação e recuperação animal, é um serviço do sindicato nacional dos médicos veterinários.


Public service.

It is mandatory that all dogs born after June 1, 2008 be “chipped”, that is, have a microchip and the same be inserted in the SIRA database.

DL: https://dre.pt/application/dir/pdf1s/2003/12/290A00/84408444.pdf

SIRA – Animal Identification and Recovery Service, is a service of the National Union of Veterinary Practitioners.

Aquiles

Há cães que nos marcam para sempre… O Aquiles foi um deles! Saudades tuas meu cão ❤️

Some dogs that mark us forever …  Aquiles was one of them! I miss you, my dog.

Criadeiros | Puppy farm

Após tomar a decisão de TER um cão, o passo seguinte é escolher QUAL o cão e ONDE o ir buscar.
Antes de mais procure ajuda especializada na escolha do tipo de cão (raça, tamanho, idade) que mais se adequa ao seu estilo de vida e família.
Existe sempre a hipótese de adopção, infelizmente existem centenas de abrigos e canis a transbordar de cães de todas as raças, tamanhos e feitios a precisar de uma oportunidade. 
Caso opte por comprar porque procura características específicas no cão, é FUNDAMENTAL garantir que está a comprar a um criador sério e não a um criadeiro de cozinha ou detentor de puppy farm. Nem sempre é fácil fazê-lo, pior quando encontra os cachorros na Internet. Ainda assim há condições mínimas que TODOS devem ter, quando for conhecer o cachorro:
1. Veja o espaço em que a ninhada se encontra, é um local limpo? os animais têm espaço?
2. Veja os pais da ninhada. São saudáveis? 
3. Tem documentos? (não vai querer consanguinidade no cachorro…)
4. Os cachorros já foram vistos pelo médico veterinário? Estão vacinados? (deve trazer o boletim, com os respectivos carimbos e vinhetas)

Se não puder visitar o local onde a ninhada está e conhecer os pais…esqueça. E de preferência denuncie! É ilegal a criação de cães sem seguir determinadas regras: DL 95/2017 
https://dre.pt/home/-/dre/108038374/details/maximized


After making the decision to HAVE a dog, the next step is to choose WHAT dog and WHERE do you buy/adopt.

First, look for specialized help in choosing the type of dog (breed, size, age) that best fits your lifestyle and family .There is always the chance of adoption, unfortunately there are hundreds of shelters and kennels full with dogs of all breeds, sizes and shapes in need of an opportunity.

If you choose to buy because you are looking for specific characteristics in the dog, it is FUNDAMENTAL to ensure that you are buying from a serious breeder and not from a kitchen hatcher or puppy farm keeper. It is not always easy to do it, worse when you find the dogs on the Internet. Still, there are minimum conditions that EVERYONE should have when they meet the dog:

1. Look at the space where the litter is, is it a clean place? Do animals have space?

2. See the parents of the litter. Are they healthy?

3. Do you have documents? (you will not want consanguinity in the dog …)

4. Have the dogs ever been seen by the veterinarian? Are they vaccinated?

If you can not visit the place where the litter is and meet the parents … forget it. And preferably report! It is illegal to breed dogs without following certain rules: DL 95/2017 
https://dre.pt/home/-/dre/108038374/details/maximized

Brinquedos | Toys

Fazer “tug” com o seu cão pode ser uma óptima forma de exercício, que recorre a alguns comportamentos naturais do cão de agarrar e puxar coisas com a boca.

Apesar de o cão brincar com qualquer brinquedo, existem algumas regras para fazer “tug” e devemos escolher os brinquedos adequados para o tamanho e força do cão, começando por brinquedos macios e confortáveis que podem ser feitos em casa. Para cães mais experientes existem vários disponíveis no mercado de diferentes marcas.

Regra de ouro: NUNCA DEIXAR O TUG DISPONÍVEL AO CÃO, O TUG SERVE APENAS PARA BRINCAR COM O DONO

Pode encontrar as regras e alguma ajuda para iniciar esta brincadeira no link:https://pets.webmd.com/dogs/teaching-your-dog-to-play-tug-of-war#1

Para fazer um brinquedo tug em casa:https://www.pinterest.pt/pin/474989091922348111/


“Tugging” with your dog can be a great exercise, which uses some natural behaviors of the dog to grab and pull things with his mouth.

Although the dog plays with any toy, there are some rules for doing “tug” and we should choose the right toys for the size and strength of the dog, starting with soft and comfortable toys that can be made at home. For more experienced dogs there are several available in the market of different brands.

Golden Rule: NEVER LEAVE THE TUG AVAILABLE TO THE DOG, THE TUG IS TO PLAY WITH YOU!

You can find the rules and some help to start this game at the link: https://pets.webmd.com/dogs/teaching-your-dog-to-play-tug-of-war#1

To make a toy tug at home: https://www.pinterest.pt/pin/474989091922348111/

Tosquias | Grooming

Tosquias

Vem aí o Verão e com ele o calor. Olhe para o seu cão, coitado com aquele casaco…. Ficaria muito mais fresco sem ele, certo? Errado!

Muito erradamente a maioria dos donos tende a procurar um tosquiador para refrescar o seu cão neste época do ano, mas de facto o que acontece é que é apenas uma ilusão. O dono pensa que seria como se estivesse de casaco em pleno tempo quente, mas nos cães não funciona bem assim. Ora vejamos alguns factos:

#1 Os cães não transpiram!
A pele dos cães tem efectivamente na sua composição glândulas sudoríparas,mas estas são apócrinas (ou seja, sem secreção) na pele com pêlos. Apenas na pele dura das almofadinhas plantares e do nariz ele suam. Por isso não acontece como em nós, que nos sentimos mais confortáveis se tirarmos roupa quando transpiramos.
Mantenha a zona interior das patas sem pêlos e ajudará a manter o seu cão mais fresco.

#2 A pele tosquiada tem menos resistência ao calor!
Tal como a imagem ilustra, quando tosquiamos o cão, a zona com menos pêlo tem tendência a ficar mais quente. Isto acontece porque o pêlo, quando escovado e livre de nós, tem um efeito de isolante térmico, pela camada de ar que fica entre a pele e o topo do pêlo. Quando tosquiado, na exposição ao sol ou apenas ao ar quente, o cão tem mais dificuldade em regular a sua temperatura.

#3 Algumas raças ficam com sequelas!
Existem muitos tipos de pelagens, alguns específicos de algumas raças. E normalmente são as que temos ‘’mais pena’’ que são exactamente as que não devemos tosquiar. Em qualquer cão, rapar com frequência pode trazer consequências para a textura da pelagem (ou mesmo em pessoas, se rapar o seu cabelo a vida inteira, não vai esperar conseguir fazer uma permanente de um dia para o outro, certo?), mas nas raças nórdicas, primitivas e do tipo spitz, é onde vemos maiores sequelas,, pois a sua textura particular e pele que não é preparada para os elementos exteriores podem sofrer de alopécia por algum tempo e fazer uma termorregulação ineficaz.

No final, a decisão de tosquiar ou não o seu cão é sua, mas tome uma decisão informada, e não dê o calor com desculpa. Procure um profissional formado que lhe possa explicar qual a manutenção mais correcta para o tipo de pêlo que o seu cão tem, seja de raça ou não!

Texto escrito por Iolanda Rodrigues da Urban Pets


Summer comes and with it the heat. Look at your dog, poor in that coat …. It would be much cooler without him, right? Wrong!

Very wrongly most owners tend to look for a shearer to refresh their dog at this time of year, but in fact what happens is that it’s just an illusion. The owner thinks that it would be as if he were in his jacket in the hot weather, but in dogs it does not work that well.

Now let’s look at some facts:

# 1 Dogs do not perspire!The dogs’ skin actually has sweat glands in their composition, but these are apocrine (no secretion) in the fur with hairs. Only on the hard skin of the pads and the nose does it sweat. That is why it does not happen like in us, that we feel more comfortable if we take off our clothes when we perspire. Keep the inner area of ​​the hairless feet and help keep your dog cooler.

# 2 The sheared skin has less resistance to heat! As the picture illustrates, when we herd the dog, the area with less hair tends to become warmer. This is because the hair, when brushed and free of knots, has a thermal insulating effect, by the layer of air that lies between the skin and the top of the hair. When shearing, in the sun exposure or just in the hot air, the dog has more difficulty in regulating its temperature.

# 3 Some breeds are left with sequels! There are many types of coats, some specific to some breeds. And they are usually the ones that have “the most pity” that are exactly the ones we should not shear. In any dog, shaving often can have consequences for the texture of the coat (or even in people, if you shave your hair your whole life, you will not expect to get a permanent overnight, right?), But in the Nordic, primitive and spitz-type breeds are where we see greater sequelae, because their particular texture and skin that is not prepared for the outer elements may suffer from alopecia for some time and render ineffective thermoregulation.

In the end, the decision to shear or not your dog is yours, but make an informed decision, and do not give the heat with an excuse. Look for a trained professional who can explain what is the most appropriate maintenance for the type of fur your dog has, whether it is a breed or not!

Text written by Iolanda Rodrigues of Urban Pets

Brinquedos | Toys

O snuffle mat é um tapete utilizado para que o seu cão use o nariz para encontrar comida, pode utilizar-se bolinhas de ração, biscoitos ou bocadinhos de carne desidratada e fruta para os fãs de alimentação natural.
É importante estimular o “trabalho de nariz” do seu cão porque o “snuffling” faz parte da sua natureza, desenvolvido para cheirar, farejar, pistar, caçar… Afinal o nariz do cão tem cerca de 300 milhões de receptores olfactivos! 
É uma forma de estimulação mental, obrigando-o a “trabalhar” para obter a sua comida, mantendo o cão activo cansando-o (sim! Os cães ficam bastante cansados ao utilizar o nariz! Um cansaço diferente daquele que conseguimos após 1 hora de passeio, mas igualmente eficaz!)

Como utilizar o snuffle mat ? 
Numa primeira fase deixe o cão assistir enquanto atira a comida para cima do snuffle mat, a seguir enterre um pouco mais no tapete, por fim deixe que toda a comida fica “escondida” e faça-o sem o cão ver o que está a fazer.

O melhor de tudo? O Snuffle Mat é facilimo de fazer, bastam duas mantas polares cortadas em tiras e um tapete de borracha de jardim. Existem vários tutoriais disponiveis na internet. Aqui fica um deles: http://sweetlifeofanna.com/blog/diy-pet-snuffle-mat-a-pawsome-gift-for-your-pet

Aproveite este domingo “feio” para fazer este “brinquedo”.



The snuffle mat is a rug for your dog use his nose to find food, you can use kible, biscuits or bits of dehydrated meat and fruit for the natural food fans.

It is important to stimulate your dog’s “nose job” because “snuffling” is part of his nature, designed to sniff, find and hunt … After all, the dog’s nose has about 300 million olfactory receptors! It is a form of mental stimulation, forcing the dog to “work” to get food, keeping him active by tiring it (yes! Dogs get very tired when using their nose!)

How to use snuffle mat?

In a first phase let the dog watch as you throw the food over the snuffle mat, then buries a little more on the rug, finally let all the food “hidden” and do it without the dog see what you are doing.

The best? A Snuffle Mat is easy to make, you just need two polar blankets cut out in strips and a garden rubber rug. There are several tutorials available on the internet. Here’s one of them: http://sweetlifeofanna.com/blog/diy-pet-snuffle-mat-a-pawsome-gift-for-your-pet

Feliz dia da criança | Happy Children’s day

Aproveite este dia para fazer alguma coisa com o seu cão! 

Na fotografia o Peter Pan e a Vitória estão a experimentar Flyball, nenhum dos dois tem um dom especial para a coisa, mas divertimos-nos todos enquanto corremos e brincamos!

Existem vários desportos que pode praticar com o seu cão, de forma amadora ou profissional, informe-se e experimente! É uma excelente forma de melhorar a sua relação e comunicação com o seu cão!

Gostamos de cães felizes!


Do something with your dog today!

In the photo Peter Pan and Victoria are trying Flyball, neither of them has a special gift for this sport, but we all have fun while we run and play!

There are several sports that you can practice with your dog, amateur or professional, get in and try it! It’s a great way to improve your relationship and communication with your dog!

We like happy dogs!

Gota

Esta é a gota, uma rafeira resgatada da rua.

Tem cerca de 11 anos e faz AN 


Meet Gota, a mutt rescue from the streets.

she’s 11 years old and is on natural food!

Brinquedos | Toys

Existem milhares de brinquedos que podemos encontrar nas lojas de animais, lojas online, supermercados e lojas do chinês… Têm diferentes cores, texturas, tamanhos (qualidades!!!) e preços.
Sabe escolher qual o mais adequado ao seu cão? E escolher o mais adequado a cada situação?


There are thousands of toys that we can find in pet stores, online stores, supermarkets and Chinese stores … They have different colors, textures, sizes (qualities !!!) and prices. Do you know which one is best for your dog? And choose the most appropriate for each situation?

Equilíbrio intestinal |Intestinal Balance

Passando a parte da publicidade, até porque não é patrocínio da Ruff Dog, vimos publicamente agradecer este salva vidas que desconhecíamos até à pouco tempo.

Pró-enteric triplex, é um composto com um probiótico, um prébiotico, caolina e pectina, que ajuda a recuperar o equilibrio intestinal.

Para quem, como nós, não gosta de dar medicação desnecessária mas que por outro lado tem cães que só não aspiram o que não conseguem, desencadeando diarreias por vezes mais complicadas, este composto (que ainda por cima é palatável) pode ser uma boa ajuda.

Obviamente que recomendamos uma ida ao médico veterinário para garantir que não há outros motivos para a diarreia, para adequar a posologia e para garantir em que a utilização deste composto é adequada ao caso!!!


Passing the advertising part, even because it is not a Ruff Dog sponsorship we publicly thank this life saving that we did not know until recently.

Pro-enteric triplex, is a compound with a probiotic, a prebiotic, kaolin and pectin, which helps to restore intestinal balance.

For those who, like us, do not like giving unnecessary medication but on the other hand have dogs that just do not eat what they can not, triggering sometimes more complicated diarrhea, this compound (which is even more palatable) can be a good help

We obviouslyrecommend a trip to the veterinarian to ensure there are no other reasons for diarrhea, to adjust the dosage and to ensure that the use of this compound is appropriate to the case !!!

Passear com cão por Sintra | Dog walking in Sintra

Cão a passear na Natureza é um cão feliz. 
Em Portugal existem vários percursos que podem ser feitos, paisagens lindas prontas a ser apreciadas.

Esta semana mostramos o roteiro do guincho, que é preferível evitar o fim de semana durante a época balnear…
Este percurso tem quase 10km por isso não se esqueça de levar água, comida e eventualmente até um pequeno kit de primeiros socorros!

Algumas regras simples:
1. Não deixe provas da sua passagem: 
– apanhe os cocós (são biodesagradáveis), 
– não deixe lixo no chão (sim as beatas também são lixo)
– não escreva nas árvores e pedras (pinturas rupestres?! estamos no séc. XXI)
2. Tenha atenção às pessoas com quem se cruza, não deixe o/os seu/seus cão/cães incomodarem outras pessoas ou cães, se não tem uma chamada bem treinada, não o solte! 

Aproveitem para conhecer o restaurante Duna da Cresmina que é dogfriendly 


A dog walking in Nature is a happy dog. In Portugal there are several routes that can be made, and beautiful landscapes ready to be appreciated. This week we show one trekking that  you can do in Guincho, that you should avoid in the weekend during the bathing season…

This course is almost 10km so don’t  forget to bring water, food and eventually even a small first aid kit!

Some simple rules:

1. Do not leave evidence of your passage:

– pick up your dog’s poops

– do not leave rubbish on the floor (yes, cigarrets are also rubbish)

– do not write in the trees and stones (cave paintings ?! we are in the 21st century)

2. Pay attention to people you cross, do not let your dog / dogs bother other people or dogs, if you do not have a well-trained call, you cant put him off leash

If you have time, meet “Duna da Cresmina” restaurant that is dogfriendly 🙂

Pulgas | Fleas

A Bear, irmã da Samoa Kai the Super Mutt, veio ajudar-nos a falar de um tema importante nesta altura do ano… afinal a prevenção tem que ser feita AGORA!!

Continuando a parceria com o HVS-Hospital Veterinário Sintra e Dr.ª Maria Horta E Costa, seguimos desenvolvendo o tema DOGS & BUGS. Começando por falar nas pulgas!

“É certamente um parasita com preferência para os meses mais quentes de verão, mas que tende a estar presente durante todo o ano em climas mais temperados, como é o caso de Portugal. É engraçado olhar para estes insectos, a maioria com menos de 5 milímetros de tamanho e perceber a facilidade com que assombram todo um lar na altura em que resolvem parasitar os nossos cães.

As pulgas são insectos hematófagos, ou seja, que se alimentam de sangue, e as fêmeas são capazes de por mais de dois mil ovos durante a sua vida, que se aproxima a, mais ou menos, um ano de duração. Ao contrário do que se possa pensar, uma infestação de pulgas no nosso amigo de 4 patas pode nada ter a ver com as condições de higiene que o rodeiam. Basta um passeio na rua onde tenha por lá passado um cão com pulgas, para que no nosso companheiro seja igualmente parasitado.

Mas quais os verdadeiros “perigos” das pulgas? Existe uma condição bem frequente chamada de Dermatite Alérgica à picada da pulga, conhecida na classe Médica Veterinária por DAPP. E porquê? Porque os nossos amigos de 4 patas podem desenvolver uma hipersensibilidade, ou alergia, aos componentes da saliva das pulgas. O sintoma mais frequente desta condição é o prurido, que se pode manifestar de diferentes e variadas formas, como o morder daquela zona onde há mais “comichão”, lamber-se, esfregar-se no chão, etc. Todo este excesso de comportamentos pode levar à queda de pelo, a pele torna-se ruborizada, podendo até dar lugar ao aparecimento de crostas. Nos casos mais crónicos, muitas vezes devido ao não tratamento desta alergia, poderá a DAPP evoluir para condições que inspirem maiores cuidados, surgindo focos de infecções bacterianas.
Assim, é fundamental a prevenção com produtos adequados aos nossos companheiros. Portanto, nada melhor do que falar com o Médico Veterinário que acompanha o seu cão para tentar impedir que algum dia se cause todo este sofrimento aos nossos cães, evitando assim alterações comportamentais, o stress causado por todo este mal estar…”


Bear, Samoa Kai the Super Mutt sister, came to help us talk about an important topic at this time of year … after all, prevention has to be done NOW !!

Following the partnership with HVS-Sintra Veterinary Hospital and Dr. Maria Horta E Costa, we continue the DOGS & BUGS theme, starting by talking about fleas!

“It is certainly a parasite with preference for the warmer summer months, but it tends to be present throughout the year in more temperate climates, as is the case of Portugal. It is funny to look at these insects, most with less than 5 millimeters and realize that they easily haunt an entire home when parasite our dogs.

Fleas are hematophagous insects – they feed on blood – and females are capable of for more than two thousand eggs during their life, which approaches about a year in duration. Contrary to what one might think, a flea infestation on our 4-legged friend may have nothing to do with the hygiene conditions that surround it. Just a walk in the street where a dog with fleas pass by and your companion is equally parasitized.

But what are the real “dangers” of fleas?

There is a very common condition called Allergic Dermatitis to Flea Bite, known in the Veterinary Medical Class by DAPP. why? Because our 4-legged friends may develop a hypersensitivity, or allergy, to the components of flea saliva. The most frequent symptom of this condition is pruritus, which can manifest in different and varied forms, such as biting of the area where there is more itching, licking, rubbing on the floor, etc. All this excess of behaviors can lead to the fall of hair, the skin becomes flushed, and may even lead to the appearance of crusts. In the more chronic cases, often due to the non-treatment of this allergy, the DAPP may evolve to conditions that inspire greater care, appearing foci of bacterial infections.

Thus, prevention with products suitable to our partners is fundamental. Therefore, nothing better than talking to the veterinarian accompanying your dog to try to prevent one day from causing all this suffering to our dogs, thus avoiding behavioral changes, the stress caused …”

Fotografia | Photography: Whom Creative Studio

Kit primeiros socorros | First Aid Kit

Termos alguns conhecimentos básicos sobre primeiros socorros pode salvar a vida de um cão.
No livro ABCão da editora Marcador encontramos uma lista com aquilo que devemos incluir no kit de primeiros socorros para termos em casa, assim como as suas funções.


Some basic knowledge about first aid can save a dog’s life. In Marcador’s book ABCão, we find a list of what we should include in a home first-aid kit, as well as each one’s purpose.

Heimlich Maneuver

Termos alguns conhecimentos básicos sobre primeiros socorros pode salvar a vida de um cão.
Em caso de engasgamento seguem os passos que deve fazer! 

_________________________________________________________________________

Some basic knowledge about first aid can save a dog’s life.
In case of choking follow the steps you should do! 

Poppy

Hoje mostramos cães bonitos, e a nossa Poppy é a mais bonita do mundo.

Pastor Belga Malinois, 3 meses

Today we show you one of the most beautifull dogs in the world: our Poppy

Pastor Belga Malinois, 3 months

Fotografia | Photograph: @toomuttslove 

Socialização | Socialization

Por falar em creches, a SweetPet veio explicar o que é a socialização e porque é importante na vida de um cachorro.

O que é a Socialização de um cão?

Quando falamos em socialização, falamos no acto em dar a conhecer ao nosso cão novas situações, ambientes, sons, ruídos, pessoas, cães e outros animais da forma mais positiva possível.
Algo a ter em extrema importância quando se fala neste tema, é que aqui, a palavra chave é “qualidade” e não “quantidade”. Ou seja, queremos expor o mundo ao nosso melhor amigo mostrando-lhe sempre um lugar seguro. Se o seu cão aprender durante o processo de socialização, que pessoas estranhas ou outros cães devem ser conhecidos com confiança e abertura, ele vai aprender a conhecer qualquer estranho ou cão com o mesmo positivismo de quando era um cachorro.

IMPORTANTE: Não inunde o seu cão de experiências novas. Seja paciente, vá trabalhando com ele passinho a passinho e garanta que ele está a gostar!

Porque é importante?

A socialização é talvez tão importante, como o cão ter a vacinação em dia.
Uma boa socialização torna um cão corajoso, confiante e adaptável a novos estímulos que possa encontrar ao longo da sua vida.
É de salientar, que por norma, a maioria dos problemas comportamentais que vemos em cães adultos, poderiam ter sido evitados com uma boa socialização do cão em cachorro.

Podemos evitar problemas como: medos (pessoas, cães, texturas, alturas, etc), ansiedade, desconforto no veterinário, desconforto ao tomar banho,
agressividade, não saber brincar com outros cães…

Qual a idade para começar?

O período mais sensível para a socialização de um cão é entre as 3 e as 12 semanas. Ou seja, as experiências que o cão passar nesta fase de vida, terão consequências (positivas ou negativas) para o resto da sua vida.
Apesar deste tempo ser imperativo para termos um cão mais sociável e amigável, o processo de socialização deve continuar sempre. Podemos fazê-lo levando o nosso cão a conhecer pessoas novas, ao parque, a brincar com outros cães…
Portanto lembre-se que o seu trabalho não acaba nos primeiros meses de vida do seu patudo, ele precisa de socialização continua!

IMPORTANTE: Não tire o cachorro da sua mãe e dos seus irmãos antes das 8 semanas. Durante este período ele vai aprender lições essenciais para ter uma vida saudável, como a inibição da mordida e habilidades sociais.

Onde NÃO levar o seu cachorro em treino de socialização?

Lembre-se o que dissemos ao principio, o que interessa é a qualidade e não a quantidade.
Deste modo, não aconselhamos que leve o seu cachorro para locais como parques caninos, feiras e festivais, em suma, locais demasiado povoados e com caos a mais. O objectivo é não inundar o seu cão com novos estímulos, apenas dar-lhe a conhecer um mundo perfeito pouco a pouco.

Soluções

Alguns serviços que nos podem ajudar neste treino são:
Aulas de cachorros (a partir dos 3 meses)
Creches
Dogwalking
Hotéis para cães (em que os cães tem a oportunidade de interagir uns com os outros)
Treinadores de cães (que utilizem métodos positivos)

Conclusão

Ensinar o seu cão a ser amigável com cães e pessoas, e a estar confiante e relaxado em situações que saem da sua rotina, é o trabalho mais importante que um dono pode ter. Faz com que as pessoas que estiverem à volta do seu cão estejam seguras e, visto que normalmente cães considerados perigos são adormecidos, faz com que o seu cão esteja seguro também.
Dê ao seu cão uma exposição regular ao mundo, especialmente durante os seus primeiros meses, assim a probabilidade de ter um cão confiante e sociável aumentarão exponencialmente.

Artigo escrito por Camila Martins Fassi, SweetPet
www.sweetpet.pt

Ruff Dog chama ainda a atenção para o facto de ser muito importante a escolha da creche para garantir que o cão não é exposto a algo que ainda não está preparado. As creches deverão ter um staff competente e atento para intervir quando necessário e prevenir experiências menos positivas para o cão. O serviço de creche da SweetPet é sem dúvida nenhuma um desses casos! 

What is dog socialization?

When we talk about socialization, we do not have access to new experiences of situations, environments, children, people, dogs and other animals in the most positive way possible.”Quality” over “quantity”. That is, we want to expose the world to our best friend by always showing it a safe place. Your dog learned during the socialization process, that strange people or other people who come across the knowledge and the opening, he will learn to do anything strange or with the same positivism as when he was a dog.

IMPORTANT: Do not flood your dog with new possibilities. Be patient, go work with him take a step and make sure he is enjoying it!

Why is it important?

Socialization is perhaps as important as the dog having a current vaccination. A good socialization makes a dog brave, confident and adaptable to new stimuli that can be found throughout his life. Most of the dog’s behaviour problems could be avoid if a good socialization was in place when is still a puppy.

You can avoid problems like: fears (people, dogs, textures, heights, etc.), anxiety or discomfort in a visit to the veterinary or when taking a shower,  aggressiveness to the unknown, not know how to play with other dogs.

When should the dog go to daycare?

The most sensitive period for the socialization of a dog is between 3 and 12 weeks. That is, the experiences that the dog goes through at this stage of life will have consequences (positive or negative) for the rest of his life.

Although this time is imperative to have a more sociable and friendly dog, the process of socialization should continue forever. We can do it by taking our dog to meet new people, to the park, to play with other dogs… So remember that your work does not end in the first few months of your dog’s life, he needs continued socialization!

IMPORTANT: Do not take the dog away from your mother and your siblings before 8 weeks. During this time he will learn essential lessons to have a healthy life such as inhibition of bite and social skills.

Where NOT to take your dog in socialization training?

Remember what we said at the beginning, what matters is quality rather than quantity. In this way, we do not advise you to take your dog to places such as canine parks, fairs and festivals, in short, crowded and chaotic places. The goal is to not flood your dog with new stimuli, just give him to know a perfect world little by little.

Solutions

Some services that can help us in this training are puppy classes (from 3 months), daycares, Dog walking, Hotels for dogs (where dogs have the opportunity to interact with each other) or Dog trainers (using positive methods).

Conclusion

Teaching your dog to be friendly with dogs and people, and being confident and relaxed in situations that come out of your routine, is the most important job a dog owner can have. It makes the people around your dog safe, and since dogs normally considered as dangers are put down, it makes your dog safe too. Give your dog a regular exposure to the world, especially during its early months, so the likelihood of having a confident and sociable dog will increase exponentially.

Article written by Camila Martins Fassi, SweetPet

www.sweetpet.pt

The Ruff Dog also draws attention to the fact that it is very important to choose wisely the day care, to ensure that your dog is not exposed to something that is not yet ready. Day care should have a competent and attentive staff to intervene when necessary and prevent less positive experiences for the dog. SweetPet’s daycare service is undoubtedly one of those cases!

Ossos | Bones

DOGS & FOOD – BONES

Da série “cães e ossos” a Ruff Dog começa por chamar a atenção para estes ossos tão tipicamente encontrados em todos os supermercados e que apesar de tudo os cães parecem adorar.
São, resumidamente, a pior coisinha que podemos dar-lhes assim à face da Terra. Estão cheios de químicos e agentes tóxicos e podemos dizer que não têm (mesmo) qualquer vantagem para a sua utilização.
Existem hoje em dia no mercado dezenas de alternativas!

Partilhem esta informação com todos os donos que conhecem, vamos tirar este produto dos mercados!!

——————————————————————————————————————–

From the “dogs and bones” series, Ruff Dog begins by calling attention to these bones so typically found in all supermarkets and that despite everything dogs seem to love.

They are, in short, the worst thing we can give them to the face of the Earth. They are full of chemicals and toxic agents and we can say that they do not (even) have any advantage for their use. There are now on the market dozens of alternatives!

Share this information with all the owners you know, let’s get this product out of the markets!

Imagem | Image: Planet Paws

Cães & crianças | Dogs & Kids

Frequentemente observo a interacção de crianças com cães, muitas vezes da própria família, outras vezes cães de amigos ou familiares… É assustador ver a desinformação que existe de todos (tanto familiares como os tutores dos próprios animais). 
Seria muito importante, e muitos acidentes seriam evitados se todos os adultos que lidam com cães conhecessem a escala de agressividade do cão, com os vários e inúmeros sinais que este dá de desconforto ANTES de rosnar (sim rosnar está no topo da tabela) assim como pensassem sobre os vários comportamentos que estão na imagem.

Esta imagem foi criada pela Dra. Sophia Yin autora do livro The Art and Science of Animal Behavior, e mostra algumas interacções entre cães e crianças que NÃO devem existir.

I often observe the interaction of children with dogs, often from their own family, sometimes dogs from friends or family … It is scary to see the misinformation that exists between everyone (both family members and the tutors of the animals themselves).It would be very important, and many accidents would be avoided if all the adults who deal with dogs knew the dog’s aggressiveness scale, with the numerous and numerous signs that this gives of discomfort BEFORE growling (yes growling is at the top of the table) as well think about the various behaviors that are in the image.

This image was created by Dr. Sophia Yin author of The Art and Science of Animal Behavior, and shows some interactions between dogs and children that should NOT exist

Passear | Walks

Um cão a passear na Natureza é um cão feliz.
Em Portugal existem vários percursos que podem ser feitos, paisagens lindas prontas a ser apreciadas e aproveitadas.

No entanto é importante garantir a segurança, a nossa e do nosso cão, do local em que passeamos e de outras pessoas/animais que possam estar perto. Deixo então algumas regras simples:
1. Não deixe provas da sua passagem:
– apanhe os cocós (são biodesagradáveis),
– não deixe lixo no chão (sim as beatas também são lixo)
– não escreva nas árvores e pedras (pinturas rupestres?! estamos no séc. XXI)
2. Tenha atenção às pessoas com quem se cruza, não deixe o/os seu/seus cão/cães incomodarem outras pessoas ou cães, se não tem uma chamada bem treinada, não o solte!
3. Leve água e comida para o passeio, não há roulottes nem bebedouros pelo caminho…

Sugestão de percursos por Sintra: https://www.parquesdesintra.pt/planear-a-sua-visita/percursos-pedestres/


A dog walking in Nature is a happy dog. In Portugal you can find several routes!

However it’s important to ensure safety of everyone: you and your dog, all the enviroment, and other people and animals that can be nearby. So I leave some simple rules:

  1. no one needs to know that you were ther so: pick up your dogs poo, do not leave rubbish and do not write in trees and stones.
  2. Pay attention to people you cross, dont let your dog bother other people or dogs, if you dont have a well-trained call, you cant take the leash off.
  3. bring food and water for the walk, you probably wont find any food van.

 

Suggestion of routes by Sintra: https://www.parquesdesintra.pt/planear-a-sua-visita/percursos-pedestres/

Recompensa de treino | Treats

Quem gosta de treinar os cães compreende a necessidade de recompensas de alto valor, pouco calóricas, pequenas e práticas.

Esta é também uma óptima forma de mimar cães com excesso de peso (em Portugal mais de 40% dos cães têm excesso de peso ou são obesos).


Those who love to train dogs understand the need for high-value, low calorie, small, and practical rewards.

This is also a great way to pamper dogs with excess weight (in Portugal over 40% of dogs are overweight or obese)

Brinquedos | Toys

Começamos por falar nos “KONGS” e familiares….

São um óptimo aliado para entreter os cães quando ficam sozinhos, que os estimulam física e mentalmente. Os KONG são feitos de um material muito resistente, que pode ser congelado e ir à maquina de lavar louça.
Existem outras marcas com brinquedos dispensadores de comida de óptima qualidade, como é o caso da STARMARK – Starmark Animal Behavior Center, da Zogoflex West Paw (com garantia vitalícia!!) ou Zee.Dog. Têm diferentes formas, cores e texturas, de forma a adaptar-se a todos os tipos de cães.

Este tipo de brinquedos podem (e devem) ser recheados de comida: começando num nível mais fácil por encher apenas com bolinhas de ração ou biscoitos secos ou quadradinhos de cenoura em que o cão apenas tem que rolar o brinquedo para retirar o seu conteúdo, até a preparar pastas como a que está na fotografia com salmão e iogurte que podem ser congeladas e o cão tem que trabalhar bastante mais para retirar o seu conteúdo. Desta forma o cão interage com o brinquedo durante bastante mais tempo para obter comida. 

Esta também é uma boa forma de cães destruidores se concentrarem em obter a comida em vez de destruir o brinquedo. 
Um cão estimulado e cansado fica mais calmo na ausência do dono.

Obrigada à Patrícia Varela, fã e “croma” de canine enrichement pela super fotografia dos brinquedos recheados.


We start by talking about “KONGS” and similars…

They are a great ally to entertain dogs when they are alone, which stimulate them physically and mentally. The KONG are made of a very strong material, which can be frozen and go to the dishwasher.

There are other brands with toys of high quality food dispensers, as is the case of STARMARK, West Paw (with lifetime warranty !!) or Zee.Dog. They have different shapes, colors and textures, in order to adapt to all types of dogs. These types of toys can (and should) be stuffed with food: starting at an easier level by filling only with dumplings or dry cookies or carrot squares where the dog just has to roll the toy to remove its contents, until to prepare mixes like the one in the picture with salmon and yogurt that can be frozen and the dog has to work a lot more to remove its contents.

This way the dog interacts with the toy for much longer to get food. This is also a good way for destructive dogs focus on getting food instead of destroying the toy.

A dog that is stimulated and tired becomes calmer in the absence of the owner. Thanks to Patrícia Varela, fan and canine enrichement geek for the super photography of stuffed toys.

Vitória A.K.A. Kikoia

A Kikoia veio dizer bom dia!

Border Collie, adoptada depois de ser abandonada prenha e parir 9 cachorros na linha do comboio. Actualmente tem aproximadamente 12 anos.

Foi a Kikoia que me acompanhou até Madrid para o curso de Terapia Assistida a Cão, trabalha desde então em terapia com várias crianças com necessidades educativas especiais.


Kikoia says Hello!

Border Collie, adopted after being dropped off pregnant and giving birth to 9 dogs on the train line. At this moment she has approximately 12 years old.

It was Kikoia who team up with me for the Assisted Dog Therapy course in Madrid, since then she has been working in therapy with several children with special educational needs.

Fotografia | Photography: Pau Storch , Pau Storch Photography
para o livro ABCão da editora Marcador

Deixe o seu cão correr | Let your dog run

Mensagem do mês de Janeiro é deixar o cão correr.
É importante um cão ter liberdade e espaço para correr à vontade e sem trela, é no entanto MUITO IMPORTANTE que o faça num sitio seguro e em que não incomode outras pessoas ou cães.
Regra de ouro: se vir outro cão ou pessoa, prenda imediatamente o seu, lembre-se que os cães não são todos amigos e que nem toda a gente gosta de cães.
—————-
Message from the month of January is to let your dog run.
It is important for a dog to have freedom and space to run at will and without a leash, but it is VERY IMPORTANT that he does it in a safe place and that does not disturb other people or dogs.
Important rule: If you see another dog or person, immediately put a leash on your dog, remember that dogs are not all friends and that not everyone is a dog lover.